- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Funeral de Dom Óscar com controlo cerrado para evitar covid-19

Funeral de Dom Óscar com controlo cerrado para evitar covid-19

A medição de temperatura à entrada da Sé Catedral, em Benguela, e o uso de máscaras de protecção facial marcaram, este sábado, o funeral do bispo Dom Óscar Braga, tendo em vista o cumprimento das medidas da Situação de Calamidade Pública para a prevenção da covid-19.

À entrada da Sé Catedral, onde decorreram as exéquias, equipas da Saúde, munidas de dispositivos de sensor infravermelho, submeteram todos os presentes à medição da temperatura corporal e a higienização das mãos com álcool gel, além da obrigatoriedade de uso de máscaras no interior do templo.

Os cerca de 150 fiéis permitidos a entrar na igreja sentaram-se de forma a cumprir o distanciamento social adequado, ou seja, por cada cadeira apenas três pessoas, o que fez com que o acto decorresse dentro do contexto, imposto pela pandemia da covid-19.

No cemitério da Camunda, onde os restos mortais de Dom Óscar Braga foram sepultados, a Comissão das Exéquias, integrada por membros do governo provincial de Benguela e o clero da igreja Católica local, cumpriu com rigor as medidas de prevenção, tendo o funeral decorrido de uma forma restrita, com o mais reduzido número de pessoas.

Apenas arcebispos e bispos de várias dioceses, entre eles Dom Filomeno Vieira Dias, presidente da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), Dom Manuel Imbamba, bispo da Diocese de Saurimo, o secretário da Nunciatura Apostólica em Angola, Michelle Tutalo, governador provincial de Benguela, Rui Falcão, vice-governadores, representantes de confissões religiosas, deputados da Assembleia Nacional, entraram no campo santo, sob fortes medidas de segurança.

De fora, uma multidão de fiéis católicos e de outras confissões religiosas, que acompanharam o cortejo a pé, se limitava a aplaudir, enquanto a cerimónia decorria no interior à “porta-fechada”, num gesto de reconhecimento aos feitos do malogrado. No final, os portões foram encerrados para evitar aglomerados, uma vez que muitos ansiavam em ver o sepulcro do bispo.

INEMA atende nove casos

Nove pessoas, a maioria da Associação dos Escuteiros de Angola (AEA), que assistiram, este sábado, ao funeral do bispo Dom Óscar Braga, foram assistidas pela equipa do Instituto de Emergências Médicas de Angola (INEMA).

Segundo o coordenador da equipa do INEMA nas exéquias, Nani Francisco, foram atendidos no interior das três ambulâncias destacadas no terreno casos de cefaleias, diarreias e náuseas.

Ao falar à Angop, o responsável referiu que as condições para a assistência médica e medicamentosa permitiram atender os pacientes no interior das ambulâncias, sem necessidade de transportá-los para o Hospital Geral de Benguela.

Nani Francisco indicou que o dia de hoje foi o mais agitado com sete casos atendidos, enquanto na sexta-feira, primeiro dia das exéquias de Dom Óscar, apenas dois casos foram registados.

Entre os pacientes assistidos, está um sacerdote, escuteiros e mulheres da Promaica, movimento de promoção da mulher angolana da igreja Católica, com o coordenador da equipa a considerar normal as ocorrências verificadas de sexta-feira a sábado.

A equipa de emergências do INEMA destacou para a Sé Catedral, ponto de partida do cortejo fúnebre, 10 técnicos, apoiados por três ambulâncias, das quais duas medicalizadas.

Por outro lado, a segurança foi assegurada por cerca de 300 agentes do Comando Provincial da Polícia Nacional, incluindo efectivos dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros.

- Publicidade -
- Publicidade -

São Tomé e Príncipe: Grupo de cidadãos questiona projeto de lei eleitoral

Em São Tomé e Príncipe, continua o debate em torno do projeto de alteração da lei eleitoral proposto pela coligação MDFM-PCD-UDD, que impõe que...
- Publicidade -

Polícia usa a força contra motoristas que exigiam melhores condições em Nampula

A Polícia de Moçambique usou a força para travar uma manifestação pacífica de camionistas de Nampula, que exigiam melhores condições laborais. “Em Nampula estão 19...

Huíla: Empresários queixam-se dos pagamentos do PIIM

Alguns empresários na província da Huíla questionam as modalidades que o governo angolano definiu para pagar as obras inseridas no Programa Integrado de Intervenção...

BCP confirma abertura da Sonangol para avaliar “oportunidades de criação de valor”

O Millennium bcp confirmou ontem quarta-feira que o seu segundo maior acionista, a angolana Sonangol, está atenta a eventuais movimentos de consolidação bancária na...

Notícias relacionadas

São Tomé e Príncipe: Grupo de cidadãos questiona projeto de lei eleitoral

Em São Tomé e Príncipe, continua o debate em torno do projeto de alteração da lei eleitoral proposto pela coligação MDFM-PCD-UDD, que impõe que...

Polícia usa a força contra motoristas que exigiam melhores condições em Nampula

A Polícia de Moçambique usou a força para travar uma manifestação pacífica de camionistas de Nampula, que exigiam melhores condições laborais. “Em Nampula estão 19...

Huíla: Empresários queixam-se dos pagamentos do PIIM

Alguns empresários na província da Huíla questionam as modalidades que o governo angolano definiu para pagar as obras inseridas no Programa Integrado de Intervenção...

BCP confirma abertura da Sonangol para avaliar “oportunidades de criação de valor”

O Millennium bcp confirmou ontem quarta-feira que o seu segundo maior acionista, a angolana Sonangol, está atenta a eventuais movimentos de consolidação bancária na...

Covid-19. Morreu o antigo presidente francês Giscard d’Estaing

Giscard d'Estaing estava hospitalizado desde meados de novembro. De acordo com a família, o ex-chefe de Estado morreu após complicações devido à Covid-19. O antigo...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.