- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Covid-19: ONG pede esclarecimentos sobre mortes no Niassa

Covid-19: ONG pede esclarecimentos sobre mortes no Niassa

O Centro para a Democracia e Desenvolvimento pede esclarecimentos sobre a morte de duas pessoas num tumulto entre a polícia e um grupo de religiosos. Contenda deveu-se às restrições do estado de emergência em Moçambique.

A ONG lamentou a morte dos dois cidadãos, exigindo que os agentes que terão disparado contra as vítimas sejam responsabilizados, refere uma nota divulgada esta sexta-feira (29.05) pelo Centro para a Democracia e Desenvolvimento (CDD).

Em causa está a morte de duas pessoas num tumulto na segunda-feira, quando cerca de 200 pessoas tentaram vandalizar um posto da polícia em Lichinga, província do Niassa, após as autoridades terem proibido o grupo de celebrar o fim do Ramadão numa mesquita local, em cumprimento das regras do estado de emergência face à Covid-19.

Para a ONG, “nada justifica que a polícia recorra a armas de guerra [AK-47] para dispersar pessoas que se encontravam numa celebração religiosa” e, por isso, exigiu que o Estado assuma a sua responsabilidade.

“Existem várias formas eficazes que a polícia pode usar para dispersar pessoas aglomeradas, que não seja necessariamente o recurso a armas de guerra”, frisou o CDD.

A organização acrescentou que “as vítimas de Lichinga juntam-se a tantas outras que morreram baleadas por agentes a quem o Estado conferiu a responsabilidade de manter a ordem e a segurança dos cidadãos.”

Além dos dois óbitos, outras quatro pessoas ficaram feridas, três das quais também alvejadas por balas durante a confusão.

Polícia diz que foi “obrigada a disparar para o ar”

Em contacto com a agência de notícias Lusa na terça-feira, o porta-voz da corporação naquela província do norte de Moçambique, Alves Mathe, disse que as vítimas foram alvejadas acidentalmente, após a força policial ter sido “obrigada a disparar para o ar” para impedir que vandalizassem o posto policial.

“Infelizmente, os crentes partiram para cima da polícia com tudo o que tinham, pedras e outros instrumentos”, disse Alves Mathe.

Com um total de 233 casos registados e dois óbitos devido à Covid-19, Moçambique vive em estado de emergência desde 01 de Abril e vai durar até finais de Junho, após duas prorrogações.

- Publicidade -
FonteDW
- Publicidade -

Países Baixos vão abrir ação judicial contra Rússia em relação à queda do MH17

A notícia surge após o Ministério Público holandês concordar em adiar as audiências de Setembro a Outubro deste ano para Fevereiro e Março de...
- Publicidade -

Cerca de 700 familiares de membros do grupo Estado Islâmico faleceram em campos na Síria

Em conferência de imprensa esta quinta-feira, Vladimir Vorontsov, chefe da luta antiterrorismo na ONU alertou que pelo menos 700 pessoas, essencialmente mulheres e crianças,...

Detido idoso por violar sexualmente menor de sete anos

Um idoso de 61 anos de idade foi detido, esta semana, nos arredores da cidade do Huambo, depois de violar sexualmente uma menor de...

João Lourenço aproveita revisão do OGE 2020 para reforçar áreas sociais… e a Presidência

O Ministério da Justiça é um dos órgãos que vê a sua dotação financeira reforçada na revisão do Orçamento Geral de Estado (OGE), mas...

Notícias relacionadas

Países Baixos vão abrir ação judicial contra Rússia em relação à queda do MH17

A notícia surge após o Ministério Público holandês concordar em adiar as audiências de Setembro a Outubro deste ano para Fevereiro e Março de...

Cerca de 700 familiares de membros do grupo Estado Islâmico faleceram em campos na Síria

Em conferência de imprensa esta quinta-feira, Vladimir Vorontsov, chefe da luta antiterrorismo na ONU alertou que pelo menos 700 pessoas, essencialmente mulheres e crianças,...

Detido idoso por violar sexualmente menor de sete anos

Um idoso de 61 anos de idade foi detido, esta semana, nos arredores da cidade do Huambo, depois de violar sexualmente uma menor de...

João Lourenço aproveita revisão do OGE 2020 para reforçar áreas sociais… e a Presidência

O Ministério da Justiça é um dos órgãos que vê a sua dotação financeira reforçada na revisão do Orçamento Geral de Estado (OGE), mas...

Comissário Alexandre Canelas assume lista de consenso à presidência do Interclube

Depois de terem inicialmente assumido as candidaturas individuais nas eleições do Interclube, Alexandre Canelas e António Camulogi decidiram juntar os seus programas, com a...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.