- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Activos do BNA crescem na ordem KZ de 3,98 mil milhões

Activos do BNA crescem na ordem KZ de 3,98 mil milhões

Os activos do Banco Nacional de Angola (BNA) situaram-se em 11,04 mil milhões de kwanzas, em 2019, representando um acréscimo na ordem dos 3,98 mil milhões de kwanzas, face a 2018.

De acordo com o relatório anual e contas de 2019, a que a Angop teve acesso, em relação ao passivo registou um acréscimo de Kz 3,04 mil milhões (+49,22%) para 9,22 mil milhões de kwanzas.

Quando aos capitais próprios, o relatório divulgado este mês faz menção que ascendeu a 1,82 mil milhões, um aumento face ao exercício anterior no montante de 939,35 mil milhões (106,09%).

No exercício de 2019, o Banco Central diz ter apurado um resultado positivo no valor de 90,09 mil milhões de kwanzas, correspondente a um aumento de 384,57% face ao exercício anterior.

O orçamento do exercício económico de 2019 apresentou também um superavit de 336,28 milhões, reflectindo um grau de execução de 54,36% abaixo do estimado, na ordem dos 618,55 mil milhões de kwanzas.

Ainda de acordo com o relatório anual e contas, as reservas internacionais brutas aumentaram em 6,44% (USD 1,04 milhões) cifrando-se nos USD 17,21 mil milhões em 31 de Dezembro de 2019, quando comparado aos USD 16,17 mil milhões registados em 31 de Dezembro de 2018.

O referido aumento, de acordo com o BNA, é resultado dos ajustamentos efectuados ao regime cambial, desembolsos do Fundo Monetário Internacional (FMI), na ordem dos USD 1,50 mil milhões, emissão de Eurobonds no valor de USD 3,00 mil milhões, em Novembro de 2019, bem como da transferência de USD 1 000 milhões provenientes do Fundo Soberano de Angola (FSDEA), em Agosto de 2019, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

No mesmo período, o rácio de cobertura das importações situou-se em 8,39 meses de importações de bens e serviços, superior ao do ano anterior, situando-se acima da meta de convergência da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), fixada em 6 meses de importações de bens e serviços.

Conforme o documento, no âmbito das políticas monetária e cambial, o BNA adoptou, em 2019, um conjunto de medidas que permitiram a manutenção da trajectória decrescente da inflação, passando de 18,60%, em 2018, para 16,90%.

O BNA avança ainda que, por se observar a contínua desaceleração da inflação e a perspectiva da manutenção deste comportamento, o Comité de Política Monetária (CPM) reduziu a taxa em duas ocasiões. A primeira em 25 de Janeiro, passando a mesma de 16,50% para 15,75%, mantendo inalterada as demais taxas.

A segunda foi feita a 24 de Maio do ano em referência, com a redução em 0,25 p.p., fixando-a em 15,50%, mantendo novamente as demais taxas inalteradas.

Em Outubro, lê-se no documento, em sede de uma sessão extraordinária, para assegurar a implementação da segunda fase da liberalização do mercado cambial, o CPM decidiu por uma política de carácter restritivo, por forma a controlar o excessivo nível de liquidez do sistema financeiro com vista a minimizar o efeito pass-through cambial sobre os preços de bens e serviço na economia.

Desta feita, aumentou o coeficiente de reservas obrigatórias em moeda nacional para 22,00%, a taxa de juro de facilidade permanente de absorção de liquidez a sete dias para 10,00%, mantendo as restantes taxas inalteradas.

- Publicidade -
- Publicidade -

Países Baixos vão abrir ação judicial contra Rússia em relação à queda do MH17

A notícia surge após o Ministério Público holandês concordar em adiar as audiências de Setembro a Outubro deste ano para Fevereiro e Março de...
- Publicidade -

Cerca de 700 familiares de membros do grupo Estado Islâmico faleceram em campos na Síria

Em conferência de imprensa esta quinta-feira, Vladimir Vorontsov, chefe da luta antiterrorismo na ONU alertou que pelo menos 700 pessoas, essencialmente mulheres e crianças,...

Detido idoso por violar sexualmente menor de sete anos

Um idoso de 61 anos de idade foi detido, esta semana, nos arredores da cidade do Huambo, depois de violar sexualmente uma menor de...

João Lourenço aproveita revisão do OGE 2020 para reforçar áreas sociais… e a Presidência

O Ministério da Justiça é um dos órgãos que vê a sua dotação financeira reforçada na revisão do Orçamento Geral de Estado (OGE), mas...

Notícias relacionadas

Países Baixos vão abrir ação judicial contra Rússia em relação à queda do MH17

A notícia surge após o Ministério Público holandês concordar em adiar as audiências de Setembro a Outubro deste ano para Fevereiro e Março de...

Cerca de 700 familiares de membros do grupo Estado Islâmico faleceram em campos na Síria

Em conferência de imprensa esta quinta-feira, Vladimir Vorontsov, chefe da luta antiterrorismo na ONU alertou que pelo menos 700 pessoas, essencialmente mulheres e crianças,...

Detido idoso por violar sexualmente menor de sete anos

Um idoso de 61 anos de idade foi detido, esta semana, nos arredores da cidade do Huambo, depois de violar sexualmente uma menor de...

João Lourenço aproveita revisão do OGE 2020 para reforçar áreas sociais… e a Presidência

O Ministério da Justiça é um dos órgãos que vê a sua dotação financeira reforçada na revisão do Orçamento Geral de Estado (OGE), mas...

Comissário Alexandre Canelas assume lista de consenso à presidência do Interclube

Depois de terem inicialmente assumido as candidaturas individuais nas eleições do Interclube, Alexandre Canelas e António Camulogi decidiram juntar os seus programas, com a...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.