InicioVidaSaúdeCovid-19: Governo esmera-se para testes em massa

Covid-19: Governo esmera-se para testes em massa

Numa altura em que o país contabiliza 71 casos positivos, no primeiro dia de Estado de Calamidade, o Governo prepara-e para começar, nos próximos dias, com testagem em massa com meios mais eficazes, com uma média diária de mil amostras.

O facto foi aunciado, hoje, pela ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, na habitual actalização da covid-19 sublinhado que, em breve, o país vai adquirir meios laboratoriais eficazes, capazes de efectuar testagens em massa, numa média acima de mil amostras por diária.

Na ocasião, a ministra da Saúde informou que, no quadro dos testes massivos em curso, já foram rastreadas mais de três mil pessoas da cerca sanitária do bairro Hoji-Ya-Henda, município do Cazenga, onde se regista infecção local devido ao surgimento do caso 31.

Casos portugueses

A também porta-voz da Comissão Multissectorial para Resposta à Pandemia, informou, em Luanda, que as autoridades sanitárias portuguesas excluiram três dos seis casos suspeitos de covid-19, supostamente importados de Angola, no quadro dos voos humanitários.

Na conferência de imprensa de actualização da situação epidemiológica da covid-19 nas últimas 24 horas, explicou que as pesquisas feitas dos casos agora descartados mostraram que os aludidos cidadãos contraíram o novo coronavírus em Portugal.

Em relação aos outros três casos, a ministra da Saúde disse que as autoridades sanitárias portuguesas continuam a apurar a informação necessária, devendo informar a parte angolana, tão logo seja concluído o processo.

Sílvia Lutucuta adiantou existir um protocolo internacional que obriga os Estados a informarem, nestas circunstâncias, a outra parte, enviando dados como nomes, última morada e outros, no sentido de se seguir o curso epidemiológico.

Ultimas 24 horas

Segundo o boletim informativo sobre a pandemia, nas últimas 24 horas, foi confirmado mais um caso novo de covid-19 no país, elevando assim para o total de 71 (43 de transmissão local), quatro óbitos, 18 recuperados e 49 activos e estáveis.

CISP

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 56 chamadas, todas relacionadas com pedidos de informação da covid-19.

INIS

Nesse período, o Instituto Nacional de Investigação em Saúde (INIS) processou 8.381 amostras, 71 das quais positivas, e estando neste momento 7.579 negativas e 731 em processamento.

O Boletim sanitário dá conta de investigação de 453 casos suspeitos, 1.213 contactos em vigilância e mil e 92 pessoas em quarentena institucional. Nesse capítulo, 37 pessoas receberam altas em Luanda, cinco (5) na Lunda Norte, nove (9) no Cuando Cubango, três (3) na Lunda Sul e um (1) no Huambo.

FonteAngop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.