- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Futebol Capitã da selecção de futebol dos EUA critica Trump e não descarta...

Capitã da selecção de futebol dos EUA critica Trump e não descarta candidatura

A capitã da selecção americana feminina de futebol, Megan Rapinoe, uma crítica declarada do presidente Donald Trump, diz que não descartaria se candidatar a um cargo de alto nível nos Estados Unidos no futuro.

Em entrevista à Vice TV, publicada nesta terça-feira (19), Rapinoe qualificou Trump de “nacionalista branco” e disse não acreditar que suas políticas tenham ajudado os americanos.

“Agora, obviamente, temos um nacionalista branco, penso, na Casa Branca… Que só provocou maior divisão entre as pessoas e mais desespero, mais ansiedade, mais medo com relação ao futuro”, disse Rapinoe.

Jogadora estratégica para a conquista pelos Estados Unidos da Copa do Mundo na França, em 2019, Rapinoe disse que a inclusão – de minorias e das mulheres – é a chave para o progresso.

A atleta, de 34 anos, é defensora dos direitos das mulheres e da comunidade LGBTQ e tem aderido à manifestação de se ajoelhar com a execução do hino nacional dos Estados Unidos para protestar contra a desigualdade racial.

Quando perguntada se consideraria se candidatar a um cargo político, Rapinoe admitiu que seria um começo.

Ela afirmou que o trabalho dos seus sonhos seria ser “presidente, logicamente” dos Estados Unidos.

“Se for fazê-lo, quero o cargo mais alto e mau”, disse, entre risos, embora tenha acrescentando que “escolheria os mais inteligentes e mais qualificados e muito melhores em tudo para fazer o melhor trabalho”.

- Publicidade -
FonteAFP
- Publicidade -

Ainda sobre os enganos do discurso sobre o Estado da Nação: JLo atribui mais 6,1 mil milhões USD às RIL

ESTATÍSTICAS. Economistas consideram difícil entender lapso do Presidente da República que, ao invés de 9,3 mil milhões de dólares, disse que as Reservas Internacionais...
- Publicidade -

Activistas angolanos não cedem: Nova marcha a 11 de Novembro

Activistas culpam o Presidente João Lourenço pelos incidentes de sábado, durante a marcha em Luanda por melhores condições de vida. Segundo os organizadores, duas...

Vítimas em Cabo Delgado têm direito a ter uma história, diz Mia Couto

O escritor moçambicano Mia Couto apelou hoje à humanização do relato sobre o conflito armado em Cabo Delgado, norte do país, destacando a história...

Notícias relacionadas

Ainda sobre os enganos do discurso sobre o Estado da Nação: JLo atribui mais 6,1 mil milhões USD às RIL

ESTATÍSTICAS. Economistas consideram difícil entender lapso do Presidente da República que, ao invés de 9,3 mil milhões de dólares, disse que as Reservas Internacionais...

Activistas angolanos não cedem: Nova marcha a 11 de Novembro

Activistas culpam o Presidente João Lourenço pelos incidentes de sábado, durante a marcha em Luanda por melhores condições de vida. Segundo os organizadores, duas...

Vítimas em Cabo Delgado têm direito a ter uma história, diz Mia Couto

O escritor moçambicano Mia Couto apelou hoje à humanização do relato sobre o conflito armado em Cabo Delgado, norte do país, destacando a história...

Rui Pinto e Júdice? “Ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão…”

"Já lá diz a sabedoria popular: ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão..." Foi desta forma que Ana Gomes reagiu, no Twitter,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.