- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Brasil corre risco de perder 'identidade diplomática' ao seguir sempre os EUA,...

Brasil corre risco de perder ‘identidade diplomática’ ao seguir sempre os EUA, diz analista

Os Estados Unidos estão pressionando a Organização Mundial da Saúde (OMS) por uma revisão de suas atitudes durante a pandemia de coronavírus — e o Brasil pode se alinhar com Washington na discussão.

Nesta segunda-feira (18), a OMS realizou de maneira virtual sua assembleia anual. Os Estados Unidos aproveitaram a ocasião para reforçar suas críticas à OMS e pedirem uma investigação da atuação do organismo. O secretário de Saúde dos EUA, Alex Azar, afirmou que a OMS “falhou em obter as informações que o mundo precisava e essa falha custou milhares de vidas”.

Entretanto o Brasil e outros 60 países apoiam o pedido de uma investigação “imparcial e independente” da resposta dada pela OMS à pandemia, afirma o site UOL.

Durante a assembleia, a OMS afirmou que a investigação começará assim que possível e o diretor-geral, Tedros Ghebreyesu, disse que a instituição “soou o alarme [sobre a pandemia] cedo, e soamos ele com frequência”. Ao anunciar o coronavírus como uma emergência global em 30 de janeiro, havia menos de 100 casos fora da China e nenhuma morte, disse o diretor-geral.

Para o professor de Relações Internacionais da Universidade Veiga de Almeida (UVA), Tanguy Baghdadi, se o Brasil junto com os EUA tomar uma atitude de crítica dura em relação à OMS, será mais um episódio de “alinhamento” com as ações do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

“O Brasil também vem embarcando em uma onda crítica à OMS. Aliás, isso faz parte de uma estratégia mais ampla do governo brasileiro que é de embarcar em críticas dos Estados Unidos às principais organizações internacionais”, diz Baghdadi à Sputnik Brasil.
Vale destacar que anteriormente o chanceler brasileiro Ernesto Araújo já tinha criticado a Organização Mundial da Saúde:

“Transferir poderes nacionais à OMS, sob o pretexto (jamais comprovado!) de que um organismo internacional centralizado é mais eficiente para lidar com os problemas do que os países agindo individualmente, é apenas o primeiro passo na construção da solidariedade comunista planetária”, escreveu em seu blog.

O analista relembra a decisão dos Estados Unidos de cortar o financiamento da OMS e a fala do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, de que Washington pode até mesmo criar uma agência própria como alternativa à OMS.

Nesta segunda, a China anunciou que doará US$ 2 bilhões, cerca de R$ 11 bilhões, para os esforços de combate à pandemia de COVID-19.

Baghdadi diz que o objetivo das ações dos Estados Unidos e da proposta de criar uma organização para substituir a OMS é “enfraquecer” a organização presidida por Tedros Ghebreyesu.

O professor da Universidade Veiga de Almeida diz que o Brasil apoiar a investigação sobre a OMS não significa automaticamente uma melhora ou piora da imagem nacional, mas ressalta que é necessário acompanhar como o Itamaraty irá se portar ao longo da discussão. Todavia, ressalta o analista, o Brasil corre risco caso escolha sempre “replicar” as posições da Casa Branca na arena internacional.

“Isso é um risco porque o Brasil acaba perdendo uma certa identidade diplomática que conseguiu construir ao longo de décadas. O ideal é que o Brasil consiga, por mais que tenha uma posição mais próxima à norte-americana, como historicamente tem, fazer uma avaliação própria de quais são os prós e contras de cada um dos cenários que aparecem pela frente.”

- Publicidade -
FonteSputnik
- Publicidade -

Manifestação: Tribunal está a interrogar os detidos à porta fechada – Por dia serão ouvidos cerca de 20 cidadãos

Entre os primeiros cidadãos, do grupo dos 103 detidos, ouvidos esta terça-feira no Tribunal Provincial de Luanda "Palácio D. Ana Joaquina", está o secretário-geral...
- Publicidade -

Marido de Isabel dos Santos morre afogado no Dubai

O marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo, morreu num acidente no mar no Dubai. A notícia está a ser avançada por jornais internacionais....

Angola substitui Código Penal da era colonial

A Assembleia Nacional aprovou hoje, terça-feira, 27, o novo Código Penal, com 167 votos a favor, nenhum contra, e a abstenção de dois deputados...

Manifestação: Comité para a Protecção dos Jornalistas acusa polícia de perseguição e intimidação a jornalistas e exige medidas que garantam a liberdade de imprensa

O Comité para a Protecção dos Jornalistas (CPJ, sigla em inglês), com sede em Nova Iorque, EUA, critica fortemente a polícia angolana por ter...

Notícias relacionadas

Manifestação: Tribunal está a interrogar os detidos à porta fechada – Por dia serão ouvidos cerca de 20 cidadãos

Entre os primeiros cidadãos, do grupo dos 103 detidos, ouvidos esta terça-feira no Tribunal Provincial de Luanda "Palácio D. Ana Joaquina", está o secretário-geral...

Marido de Isabel dos Santos morre afogado no Dubai

O marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo, morreu num acidente no mar no Dubai. A notícia está a ser avançada por jornais internacionais....

Angola substitui Código Penal da era colonial

A Assembleia Nacional aprovou hoje, terça-feira, 27, o novo Código Penal, com 167 votos a favor, nenhum contra, e a abstenção de dois deputados...

Manifestação: Comité para a Protecção dos Jornalistas acusa polícia de perseguição e intimidação a jornalistas e exige medidas que garantam a liberdade de imprensa

O Comité para a Protecção dos Jornalistas (CPJ, sigla em inglês), com sede em Nova Iorque, EUA, critica fortemente a polícia angolana por ter...

Puto Português no Conversas Acústicas

O músico Puto Português é o convidado da quarta edição do projecto “Conversas Acústicas” a ter lugar no domingo, no Espaço Luanda, numa promoção...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.