- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Europa Brexit: Acesso ao mercado gera impasse negocial

Brexit: Acesso ao mercado gera impasse negocial

São parcos os progressos nas negociações entre a União Europeia e Reino Unido quanto à futura relação.

A desilusão marcou mais uma ronda de negociações, em maio, com ambas as partes a pedirem mudança de abordagem, sobretudo na definição das condições de concorrência leal nas trocas comerciais.

O principal negociador pela parte britânica, David Frost, disse, esta sexta-feira, que “manter um grande alinhamento do Reino Unido com a legislação da União Europeia não tem precedentes noutros acordos de livre comércio”. O negociador acrescentou que “quando a União Europeia aceitar que não se chegará a acordo nessa base, poderão ser feitos progressos”.

Quando falta pouco mais de um semestre para acabar o período de transição (31 de Dezembro) iniciado com o Brexit a 31 de Janeiro, o negociador comunitário, Michel Barnier, mostra-se desiludido .

“O desejo deles, que eu considero irrealista, é manter todas as vantagens do mercado único e da união aduaneira, sem acatarem nenhuma das restrições que são respeitadas pelos Estados-membros”, explicou Barnier, em conferência de imprensa, em Bruxelas.

Para evitar o tão temido cenário do não-acordo no final do ano, o Reino Unido ainda poderia pedir um prolongamento das negociações, mas tem sempre recusado a ideia.

“Estamos disponíveis para todas as opções. Neste momento, não estou optimista, continuo determinado, mas não estou optimista”, acrescentou o negociador pela União Europeia.

As duas rondas de negociações em Junho poderão ser decisivas para determinar se o processo, iniciado com o referendo de 2016, é concluído a bem ou a mal.

- Publicidade -
- Publicidade -

A segunda parte do Lourencismo

O próximo sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens...
- Publicidade -

FMI: Angola não recupera da pandemia até 2024

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considerou hoje num relatório que as maiores economias da África subsaariana, onde se inclui Angola, não deverão recuperar os...

PNUD e IGAE assinam memorando com vista ao combate à corrupção

As duas instituições pretendem trabalhar para a elaboração de instrumentos legais que visam a avaliação de riscos contra a corrupção e previsão de medidas...

Falta de limpeza nas valas de drenagem preocupa moradores

Os moradores do bairro Rocha Pinto pedem “intervenção urgente” da Administração do Distrito da Maianga para limpeza da vala de drenagem do canal 3,...

Notícias relacionadas

A segunda parte do Lourencismo

O próximo sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens...

FMI: Angola não recupera da pandemia até 2024

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considerou hoje num relatório que as maiores economias da África subsaariana, onde se inclui Angola, não deverão recuperar os...

PNUD e IGAE assinam memorando com vista ao combate à corrupção

As duas instituições pretendem trabalhar para a elaboração de instrumentos legais que visam a avaliação de riscos contra a corrupção e previsão de medidas...

Falta de limpeza nas valas de drenagem preocupa moradores

Os moradores do bairro Rocha Pinto pedem “intervenção urgente” da Administração do Distrito da Maianga para limpeza da vala de drenagem do canal 3,...

Bonga realiza espectáculos em Portugal e lança novo álbum nos 45 anos da independência de Angola

O projecto conta com mais de uma dezena de artistas, que atuam no dia da independência, 11 de novembro, no Teatro Capitólio, no Parque...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.