- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Bolsonaro, diz ex-secretário da Justiça

Bolsonaro, diz ex-secretário da Justiça

O juiz aposentado Vladimir Passos, um dos principais auxiliares de Sergio Moro, afirmou que o ex-ministro da Justiça “não tinha a menor ideia” de como seria trabalhar ao lado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no governo federal.

“A carreira política do presidente era no Rio de Janeiro, e ele [Moro] era um juiz do Sul do país, totalmente distante. Não creio que ele tivesse ideia de como seria a vida comum ali”, afirmou Passos, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo.

Na relação direta com Bolsonaro, Passos destacou que Moro não tinha como saber como se daria a relação cotidiana.

“Acredito que o ex-ministro não tinha nem ideia de como seria na verdade essa vida trabalhando juntos. Ele acreditava que seria uma pessoa [atuante] no combate à corrupção, à criminalidade. Porque a proposta do candidato era a mais forte de todas.”

O juiz aposentado ocupou os cargos de secretário de Justiça e assessor para assuntos legislativos do Ministério ocupado por Moro. Passos afirma que o ex-juiz tentou “até o último minuto” para tentar convencer Bolsonaro a não trocar o comando da Polícia Federal [exonerar Ricardo Valeixo do cargo].

Passos, que conhece Moro desde a década de 90, comentou também a relação do ex-ministro com o presidente.

“Quem faz a relação é o ministro. A relação do ministro [Moro] com o presidente evidentemente tinha divergência como no pacote de liberação de armas. Mas eram levadas assim, de uma maneira respeitosa, sem grandes atritos. Com o tempo, as divergências se agravaram. Mas o ministro não se queixava, nem para mim nem para outros secretários”, diz o juiz aposentado.

Questionado sobre uma demora de Moro para reagir aos atritos com Bolsonaro, passos destacou a complexidade da situação.

“Como renunciou a uma carreira totalmente estável de segurança absoluta, ele [Moro] teve a resiliência de suportar situações difíceis, diferentes, junto ao Congresso, possíveis diferentes em relação ao presidente, tudo em nome de uma causa maior na qual ele acreditava. Posso dizer porque eu o conheço desde que ele entrou na justiça há 23 anos”.

- Publicidade -
- Publicidade -

Morre Vladimir Popovic, lenda do futebol da antiga Iugoslávia

O ex-meio campo fez grande parte da sua carreira de treinador nos anos 70 na Colômbia, onde foi campeão com o Santa Fé e...
- Publicidade -

Brasil indicia polícias que balearam angolano

A Brigada Militar do Rio Grande do Sul, no Brasil, indiciou, por crime militar, os três polícias envolvidos, em Maio, no incidente que causou...

Presidente da República pede à Assembleia Nacional a reapreciação do novo Código de Processo Penal

O Presidente da República, João Lourenço, solicitou, ontem, que a Assembleia Nacional reaprecie artigos específicos do Código Penal, relacionados fundamentalmente com os crimes cometidos...

OMS discute com a Rússia nova vacina contra a Covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e as autoridades de saúde russas estão a discutir o processo para uma possível pré-qualificação da OMS para...

Notícias relacionadas

Morre Vladimir Popovic, lenda do futebol da antiga Iugoslávia

O ex-meio campo fez grande parte da sua carreira de treinador nos anos 70 na Colômbia, onde foi campeão com o Santa Fé e...

Brasil indicia polícias que balearam angolano

A Brigada Militar do Rio Grande do Sul, no Brasil, indiciou, por crime militar, os três polícias envolvidos, em Maio, no incidente que causou...

Presidente da República pede à Assembleia Nacional a reapreciação do novo Código de Processo Penal

O Presidente da República, João Lourenço, solicitou, ontem, que a Assembleia Nacional reaprecie artigos específicos do Código Penal, relacionados fundamentalmente com os crimes cometidos...

OMS discute com a Rússia nova vacina contra a Covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e as autoridades de saúde russas estão a discutir o processo para uma possível pré-qualificação da OMS para...

Pânico gerado por rumor de tiroteio causa dezenas de feridos em Cannes

Dezenas de pessoas sofreram ferimentos ligeiros na sequência de um momento de pânico gerado pelo rumor de um tiroteio na cidade francesa de Cannes. Segundo...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.