- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Lava Jato: ex-presidente da Petrobras é condenado a 6 anos de prisão...

Lava Jato: ex-presidente da Petrobras é condenado a 6 anos de prisão por corrupção

O ex-presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, foi condenado nesta segunda-feira (11) a mais de seis anos de prisão por corrupção no contexto da Operação Lava Jato.

O juiz Luiz Antônio Bonat, da Justiça Federal do Paraná, impôs uma sentença de “seis anos e oito meses de prisão” por um crime de corrupção passiva.

Segundo a denúncia apresentada na época pelo Ministério Público Federal (MPF), o grupo Odebrecht pagou R$ 3 milhões em subornos a Bendine entre junho e julho de 2015, em troca de se beneficiar dos contratos da empresa petrolífera.

O ex-diretor já havia sido condenado pelo mesmo caso a 11 anos de prisão, mas essa sentença foi revogada porque o Supremo Tribunal Federal (STF) entendeu que o ex-presidente da Petrobras não teve direito às correspondentes alegações finais no processo.

Bendine presidiu a Petrobras entre fevereiro de 2015 e maio de 2016 (durante os últimos anos do governo da ex-presidente Dilma Rousseff) e ficou preso entre julho de 2017 e abril de 2019.

- Publicidade -
FonteSputnik
- Publicidade -

Adriano Nuvunga: “A descentralização está adiada em Mocambique”

A descentralização em Moçambique é um fator de desenvolvimento e coesão da unidade nacional, apesar de alguns aspetos que impedem a sua aplicação efetiva,...
- Publicidade -

Parceria entre Ministérios e Huawei promove o desenvolvimento de talentos TIC em Angola

A Huawei, em parceria com o Ministério do Ensino Superior, Ciência e ciência tecnologias de inovação e o Ministério das Telecomunicações Tecnologias de Informação...

São Tomé e Príncipe: Grupo de cidadãos questiona projeto de lei eleitoral

Em São Tomé e Príncipe, continua o debate em torno do projeto de alteração da lei eleitoral proposto pela coligação MDFM-PCD-UDD, que impõe que...

Polícia usa a força contra motoristas que exigiam melhores condições em Nampula

A Polícia de Moçambique usou a força para travar uma manifestação pacífica de camionistas de Nampula, que exigiam melhores condições laborais. “Em Nampula estão 19...

Notícias relacionadas

Adriano Nuvunga: “A descentralização está adiada em Mocambique”

A descentralização em Moçambique é um fator de desenvolvimento e coesão da unidade nacional, apesar de alguns aspetos que impedem a sua aplicação efetiva,...

Parceria entre Ministérios e Huawei promove o desenvolvimento de talentos TIC em Angola

A Huawei, em parceria com o Ministério do Ensino Superior, Ciência e ciência tecnologias de inovação e o Ministério das Telecomunicações Tecnologias de Informação...

São Tomé e Príncipe: Grupo de cidadãos questiona projeto de lei eleitoral

Em São Tomé e Príncipe, continua o debate em torno do projeto de alteração da lei eleitoral proposto pela coligação MDFM-PCD-UDD, que impõe que...

Polícia usa a força contra motoristas que exigiam melhores condições em Nampula

A Polícia de Moçambique usou a força para travar uma manifestação pacífica de camionistas de Nampula, que exigiam melhores condições laborais. “Em Nampula estão 19...

Huíla: Empresários queixam-se dos pagamentos do PIIM

Alguns empresários na província da Huíla questionam as modalidades que o governo angolano definiu para pagar as obras inseridas no Programa Integrado de Intervenção...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.