InicioMundo LusófonoMoçambiqueComeçou julgamento no tribunal de Gaza em Moçambique de agentes que mataram...

Começou julgamento no tribunal de Gaza em Moçambique de agentes que mataram observador eleitoral

O tribunal judicial provincial de Gaza em Moçambique começou hoje a julgar o assassínio do activista social e observador eleitoral Anastácio Matavele, ocorrido a 7 de Outubro de 2019. Compareceram ao tribunal província judicial de Gaza, os 4 agentes que estavam em prisão preventiva, três que gozam de liberdade incluindo o edil de Chibuto.

Crivado de balas foi assim que o observador eleitoral foi assassinado em plena luz do dia na cidade de Xai Xai, na província de Gaza, sul de Moçambique e, na véspera das sextas eleições gerais moçambicanas do ano passado.

Anastácio Matavele não resistiu aos ferimentos e viria a morrer.

O início do julgamento traz à memória esse trágico momento da morte de Anastácio Matavele.

Dércio Alfazema da organização da sociedade civil, Instituto para a democracia multipartidária tem enormes expectativas.

Família deve ser indemnizada e criminosos condenados

“Que a família venha a ser indemnizada e esperamos também que os actores morais e materiais deste crime que chocou o mundo e que também representa uma ameaça à cidadania sejam condenados pela pena máxima.”

Neste primeiro dia do julgamento, compareceram ao tribunal provincial judicial de Gaza, os quatros agentes que estavam em prisão preventiva, três que gozam de liberdade incluindo o edil de Chibuto, por sinal proprietário da viatura usada no crime do ponto focal da Sala da Paz e que viria a acidentar no momento da fuga.

FonteRFI

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.