- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Homicídio de observador eleitoral moçambicano vai a julgamento sob muitas dúvidas

Homicídio de observador eleitoral moçambicano vai a julgamento sob muitas dúvidas

O julgamento do homicídio de Anastácio Matavel, observador eleitoral na província de Gaza, sul de Moçambique, tem início no próximo dia 12, na cidade de Xai-Xai, no momento em que analistas dizem-se preocupados por não acreditarem que a justiça será feita, tendo em conta a acusação do Ministério Público (MP).

Matavel, director do grupo de observação eleitoral da “Sala da Paz” na província de Gaza, foi morto no dia 7 de Outubro do ano passado, uma semana antes das eleições gerais, num crime que envolveu cinco agentes da polícia, alguns dos quais encontram-se detidos.

A família do activista exige do Estado uma indemnização de cerca de 35 milhões de meticais, mas o MP diz que o assassinato ocorreu num feriado e não há provas que mostrem que os agentes policiais estavam em missão de serviço.

Entretanto, o director do Centro para a Democracia e Desenvolvimento (CDD), Adriano Nuvunga, que segue atentamente este processo, rejeita o argumento do Ministério Público.

“Estamos profundamente preocupados porque a acusação do Ministério Público não tem qualidade e visa desresponsabilizar o Estado, mas quanto a nós este é um crime de Estado, porque foi executado por pessoas com uniforme policial e que usaram armas do Estado”, acusa Nuvunga.

De acordo com o director do CDD, “logo a seguir ao homicídio, os agentes foram promovidos na hierarquia policial. Claramente, este é um crime do Estado, mas o Ministério Público diz que os agentes agiram a título individual. Não se vai fazer justiça neste julgamento”.

Por seu turno, o analista Alexandre Chiure considera que o processo tem muitos problemas, mas espera que a justiça seja feita.

“A expectativa de todos nós que defendemos o Estado de Direito em Moçambique é que a justiça seja feita, trata-se de um homicídio que manchou todo o processo eleitoral”, sustenta Chiure.

A morte de Anastácio Matavel provocou repúdio e condenação em Moçambique e fora do país, por se tratar de um ativista da sociedade civil envolvido na observação eleitoral.

- Publicidade -
FonteVoA
- Publicidade -

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...
- Publicidade -

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Notícias relacionadas

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.