- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Regiões Polícia reforça combate à imigração ilegal em Cabinda

Polícia reforça combate à imigração ilegal em Cabinda

A Polícia de Guarda de Fronteiras vai reforçar as medidas de combate à imigração ilegal na fronteira entre a província de Cabinda e a república democrática do Congo (RDC), no âmbito das medidas de prevenção contra a pandemia da covid-19.

Esse reforço consiste no uso de dispositivos de vigilância nocturno, postos de observação, uso de drones e o aumento de meios de locomoção e de efectivos. A intenção é garantir maior segurança contra a inviolabilidade da fronteira terrestre, fluvial e marítima com os dois Congos.

O Comandante-Geral da Polícia Nacional, comissário chefe Paulo Gaspar de Almeida, que visitou as fronteiras terrestre de Massabi e a fluvial de Tchichissi com o Congo Brazaville, manifestou satisfação com a prontidão das forças, cuja acção é impedir a imigração ilegal e o tráfico de combustíveis.

“Vamos procurar impedir o uso dos caminhos fiote e garantir a população mais tranquilidade quanto ao fenómeno imigração ilegal”, reforçou o oficial superior.

Paulo de Almeida recomendou a população a observar, com rigor, as medidas e orientações da comissão de contingência contra a Covid-19.

Considera necessário o uso de máscaras, higienização das mãos, o distanciamento social e o confinamento social.

Em Cabinda, Paulo de Almeida, que se fez acompanhar do comandante e delegado do Ministério do Interior, comissário Eusébio Domingos e Costa, visitou as fronteiras terrestres de Yema e Tendequela e o posto de observação marítima de Luvassa Sul, com a RDC, e a de Massabi e Tchichissi.

- Publicidade -
FonteAngop
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.