- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Cabo Verde COVID-19: Cabo Verde regista segunda morte, a primeira na capital

COVID-19: Cabo Verde regista segunda morte, a primeira na capital

Uma senhora com mais de 90 anos faleceu por infecção do novo coronavírus na cidade da Praia, a capital de Cabo Verde, que regista assim a sua segunda vítima falta.

A informação foi avançada nesta sexta-feira, 1, pelo director do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças, Jorge Barreto, sem dar muitos detalhes.

“Sabemos já que era uma senhora com mais de 90 anos e com outras doenças o que, provavelmente deve ter, também, contribuído para este desfecho”, afirmou Barreto, quem destacou que agora “a taxa de letalidade global passa para 1,6% e a taxa de letalidade para pessoas com mais de 60 anos passa para 33%”.

O Ministério da Saúde registou ainda mais “quatro casos suspeitos, dois na Praia e dois em Santa Catarina de Santiago”, totalizando assim 123 o número de infectados no país.

Estado de emergência em apenas duas ilhas

Entre eles, Jorge Barreto disse que 74 por cento dos casos estão “assintomáticos” e 26% são de pessoas “com sintomas leves ou moderados”.

Há 18 casos considerados curados.

Entretanto, também hoje, o Presidente cabo-verdiano Jorge Carlos Fonseca, anunciou um novo estado de emergência, a vigorar a partir do dia 3 a 14 de maio, mas apenas nas ilhas de Santiago e Boa Vista, que, em conjunto, tem 120 dos 123 casos.

As demais ilhas vão sair do confinamento mas com restrições definidos pelo Governo como o uso obrigatório de máscaras.

- Publicidade -
FonteVoA
- Publicidade -

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...
- Publicidade -

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Notícias relacionadas

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.