Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Quem quer Governo sem o PS pode ir “rio abaixo” à procura de alternativas, diz Costa

Legislativas. Quem quer Governo sem o PS pode ir "rio abaixo" à procura de alternativas, diz Costa (MÁRIO CRUZ / LUSA)

O líder socialista disse hoje que aqueles que querem um Governo sem o PS têm “muitas alternativas”, desejando “que possam ir rio abaixo” à procura de uma alternativa que acreditem que fará melhor do que o PS.

“Quem quer um Governo sem o PS tem muitas alternativas. Como sempre em democracia há alternativas. E desejo que possam ir rio abaixo à procura de uma alternativa em que possam acreditar que fará mais e melhor do que o PS fará em mais quatro anos de governação estável do nosso país”, declarou António Costa, citado pelo Sapo24, que aponta a Lusa como fonte.

O secretário-geral do PS, que falava no encerramento das intervenções de um almoço-comício em Matosinhos, considerou que, chegada esta fase da campanha eleitoral, “é muito evidente para todas e todos os portugueses que só há uma verdadeira escolha a fazer”: entre um governo do PS ou um Governo sem o PS.

António Costa contou que todos os dias ouve na rua quem lhe diga “que quer votar no PS para que o PS governe com maioria ou sem maioria”, mas também “quem quer que o PS governe com ‘gerigonça’ ou sem ‘gerigonça’”.

No entanto, sublinhou, “seja a forma que desejem, só têm todos um ponto em comum”: de que é necessário votar no PS, para ter um governo do PS para alcançar “mais quatro anos de estabilidade política” em Portugal.

“Alguém acredita que sem o PS nós teríamos conseguido uma criação de emprego sem que o diabo tivesse assustado aqueles que investem e permitem criar mais riqueza ou mais emprego?”, questionou, depois de enumerar os feitos alcançados pelo Governo em matéria de crescimento económico e diminuição do desemprego.

E continuou: “Alguém acredita que sem o PS esta solução política tinha durado quatro anos? Ninguém acreditava que isso fosse possível”.

À chegada ao local do almoço-comício, António Costa foi recebido por um grupo de lesados do BES/Novo Banco, que se concentraram frente ao Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos num ruidoso protesto.

Antes da iniciativa, que encerrou a agenda de campanha do PS para hoje, o líder socialista participou numa arruada junto à praia da Aguda, em Arcozelo, Vila Nova de Gaia.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »