Radio Calema
InicioDesportoFutebolFutebol: Ausência de Capita na selecção atenta interesse nacional

Futebol: Ausência de Capita na selecção atenta interesse nacional

O desempenho do atleta no CAN da categoria, em Março último, na Tanzânia, onde Angola obteve a terceira posição e consequentemente o apuramento ao mundial demonstra o interesse nacional sobre o sujeito, segundo o jurista especializado em direito desportivo Egas Viegas.

Em declarações neste domingo à Angop, em Luanda, sobre a suspensão do jogador pelo 1.º de Agosto, alegadamente por incumprimento de trabalho, o advogado disse que a medida disciplinar aplicada não afecta a selecção nacional, por esta estar sob égide da Federação Angolana de Futebol (FAF), órgão autónomo.

O autor da obra “Contrato de trabalho desportivo”, lançada em 2017, afirmou que a FAF está ainda em tempo de corrigir essa decisão que considera errada da sua equipa técnica, para que o jogador, melhor marcador da selecção no CAN da Tanzânia (4 golos), possa disputar o Campeonato do Mundo, de 26 de Outubro a 17 Novembro, no Brasil.

Sobre a suspensão de Capita por parte do 1.º de Agosto, Egas Viegas referiu que o clube enquanto empregador/formador tem o poder de direcção e disciplina e pode aplicar qualquer medida prevista na Lei Geral do Trabalho.

O Licenciado em direito pela Universidade Agostinho Neto (UAN) colocou no mercado outra obra em 2018 “Segurança Social Fundos de Pensões e Seguros para Desportistas”. Actualmente integra uma comissão que trabalha para a concretização da primeira legislação laboral desportiva no país.

O diferendo entre o clube “militar” e o atleta resulta da recusa de Capita em treinar por conta de um possível contrato com um clube Europeu.

Sobre o assunto, o vice-presidente da colectividade Paulo Magueijo disse estar o jogador de 17 anos suspenso por incumprimento laboral e que existe uma cláusula de rescisão de duzentos milhões de kwanzas.

Na sequência, o agente do futebolista, Nelson Almeida, argumenta existirem clubes europeus (não citou quais) interessados em pagar o valor, pelo que encontra entraves por parte da colectividade do “rio seco”.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.