- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Boris Johnson é investigado por conflito de interesses

Boris Johnson é investigado por conflito de interesses

Prefeitura de Londres pede abertura de inquérito contra primeiro-ministro britânico por abuso de poder ao beneficiar, supostamente, empresária americana durante seu mandato como prefeito londrino entre 2008 e 2016.

Autoridade da Grande Londres, escreve a DW, que administra a capital britânica, comunicou neste sábado (28/09) a abertura de uma investigação contra o primeiro-ministro britânico, o conservador Boris Johnson, por suspeita de conflito de interesses quando ele era prefeito da capital e teria beneficiado, supostamente, uma empresária americana entre 2008 e 2016.

A empresária e ex-modelo Jennifer Arcuri, de 34 anos, terá recebido 126 mil libras (643 mil reais) em verbas públicas e teria tido acesso privilegiado em viagens comerciais no exterior e patrocínios, segundo o diário Sunday Times revelou na semana passada.

Arcuri teria participado de três missões de comércio exterior ao lado de Johnson, apesar de não ser elegível para o papel que assumiu.

O Sunday Times informou que as empresas de Arcuri receberam subsídios de patrocínio da agência promocional do prefeito enquanto Johnson estava no cargo.

O actual chefe de governo britânico participou em quatro ocasiões como orador convidado em representação da empresa de Arcuri e era amigo próximo da empresária, que visitava com frequência em sua casa, segundo o jornal.

O município de Londres informou hoje ter solicitado à comissão independente de queixas da polícia para investigar se a empresária Arcuri se beneficiou da sua relação com Johnson.

“O IOPC (Gabinete Independente de Conduta Policial) pode confirmar que recebemos uma indicação do Oficial de Monitoramento da Autoridade da Grande Londres sobre uma questão de conduta contra Boris Johnson e estamos avaliando isso actualmente”, afirmou o Gabinete em comunicado.

“Isso levará tempo para avaliar e considerar minuciosamente antes que seja tomada qualquer decisão sobre se é necessário investigar esse assunto”, acrescentou.

Em nota, a prefeitura de Londres, liderada pelo trabalhista Sadiq Khan, diz ter “informações de que um crime poderia ter sido cometido”, embora “isso não signifique de forma alguma que isso esteja comprovado”.

Um porta-voz da Downing Street negou qualquer conflito de interesses neste caso: “O primeiro-ministro, como prefeito de Londres, realizou uma enorme quantidade de trabalho para vender a nossa capital em todo o mundo”, justificou a fonte, que disse que “tudo foi feito correctamente e da maneira normal”.

Johnson também sofreu outro revés nesta semana, quando sua irmã condenou a retórica do líder no Parlamento. Rachel Johnson descreveu as palavras de seu irmão como “particularmente insípidas”, quando ele se referiu a Jo Cox, política do Partido Trabalhista assassinada por um extremista de extrema direita no período que antecedeu o referendo de 2016 sobre a adesão à UE.

- Publicidade -
- Publicidade -

Primeiro-ministro da Guiné Bissau diz que controlo das comunicacões pretende punir insultos a governantes

Sem ter falado ainda com Embaló, Nuno Nabiam diz que o objectivo é conter os abusos. “Criticar é uma coisa, uma crítica construtiva, outra...
- Publicidade -

Covid-19: Afinal os multimilionários também têm alma – Dezenas de super-ricos querem dar exemplo aos que muito têm e nada fazem – Exigem mais...

São 83 homens e mulheres que se distinguem de quase toda a restante humanidade porque têm muito dinheiro, mesmo muito dinheiro, são multimilionários e...

Tribunal francês dá razão ao Estado angolano no processo arbitral contra a Atlantic Ventures, de Isabel dos Santos

O Tribunal Arbitral de Paris decidiu, "por unanimidade e de modo irrecorrível", não dar provimento ao processo aberto pela Atlantic Ventures contra o Estado...

Covid-19: Presidente do sindicato dos médicos vítima de perseguição

O presidente do sindicato nacional dos médicos de Angola, Adriano Manuel, denunciou em Luanda, estar a ser vítima de perseguição por parte do Ministério...

Notícias relacionadas

Primeiro-ministro da Guiné Bissau diz que controlo das comunicacões pretende punir insultos a governantes

Sem ter falado ainda com Embaló, Nuno Nabiam diz que o objectivo é conter os abusos. “Criticar é uma coisa, uma crítica construtiva, outra...

Covid-19: Afinal os multimilionários também têm alma – Dezenas de super-ricos querem dar exemplo aos que muito têm e nada fazem – Exigem mais...

São 83 homens e mulheres que se distinguem de quase toda a restante humanidade porque têm muito dinheiro, mesmo muito dinheiro, são multimilionários e...

Tribunal francês dá razão ao Estado angolano no processo arbitral contra a Atlantic Ventures, de Isabel dos Santos

O Tribunal Arbitral de Paris decidiu, "por unanimidade e de modo irrecorrível", não dar provimento ao processo aberto pela Atlantic Ventures contra o Estado...

Covid-19: Presidente do sindicato dos médicos vítima de perseguição

O presidente do sindicato nacional dos médicos de Angola, Adriano Manuel, denunciou em Luanda, estar a ser vítima de perseguição por parte do Ministério...

Covid-19: Agente da polícia mata acidentalmente jovem no Prenda

Um agente da Polícia Nacional matou esta segunda-feira um homem em Luanda, no bairro do Prenda. O disparo terá sido acidental, segundo a corporação,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.