Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Príncipe Harry termina visita ao país

PRESIDENTE JOÃO LOURENÇO E PRIMEIRA-DAMA RECEBEM O PRÍNCIPE HARRY (FOTO: FRANCISCO MIÚDO)

O Príncipe Harry deixou, ao princípio da tarde deste sábado, Luanda, no termo da visita de trabalho de 72 horas a Angola, no quadro do seu apoio às acções de desminagem.

No Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, escreve Angop, o segundo filho da Princesa Diana recebeu cumprimentos de despedida da ministra de Estado para Área Social, Carolina Cerqueira, e do governador de Luanda, Luther Rescova.

Recebeu, igualmente, cumprimentos da embaixadora britânica em Angola, Jessica Hand, e do embaixador de Angola no Reino Unido, Rui Mangueira, entre outras entidades.

Neste último dia da visita, o Príncipe Harry foi recebido pelo Presidente da República, João Lourenço, e, na sequência, manteve um encontro com a primeira-dama da República, Ana Dias Lourenço, no quadro do projecto “Nascer livre para brilhar”.

Henry Charles Albert David iniciou a sua visita a Angola quinta-feira (dia 26), no município do Dirico, província do Cuando Cubango, onde, depois de ter pernoitado, se inteirou do processo de desminagem.

Ainda nesta localidade do sul de Angola, o membro da Casa Real britânica procedeu a detonação de uma mina anti-pessoal, manteve contacto com a população, de quem aferiu o grau de satisfação pelas áreas já desminadas.

Na tarde de sexta-feira, deslocou-se à província do Huambo, uma das regiões mais minadas durante o conflito armado, terminado em 2002, onde foi informado sobre o andamento do processo e da acção das autoridades angolanas e parceiros internacionais no apoio à recuperação das vítimas de minas.

Ainda no Huambo, o Príncipe Harry testemunhou a reinauguração do Centro de Medicina e Reabilitação Física local, denominado “Princesa Diana”, em homenagem à sua mãe, falecida a 31 de Agosto de 1997, em paris (França).

O centro construído em 1979, numa parceria entre a Cruz Vermelha de Angola e a congénere internacional, passará a atender diariamente, em média, 200 pacientes em diferentes especialidades, contra os 25 anteriores.

O Duque de Sussex já tinha estado em Angola para um projecto pessoal no domínio da desminagem, em 2013, seguindo os passos da “Princesa do Povo”, sua mãe.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »