Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Maduro acusa Trump de atacá-lo para desviar atenção de impeachment

O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, em discurso em Caracas, em Julho de 2019 (Arquivo) (AFP / Federico PARRA)

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou O seu homólogo dos Estados Unidos, Donald Trump, nesta quinta-feira (26), de atacá-lo para desviar a atenção após a abertura de uma investigação do Congresso por parte dos democratas na última terça.

A medida é o primeiro passo para um eventual processo de impeachment.

Trump “foi a essa reunião buscando fugir da notícia do impeachment que iniciaram contra ele”, afirmou Maduro, ao voltar para Caracas, depois de uma visita oficial à Rússia, na qual foi recebido pelo presidente Vladimir Putin.

Maduro reagiu, assim, a um encontro ontem entre Trump e representantes de mais de 20 países da região. Nele, o presidente americano afirmou que a Venezuela foi “destruída pelo socialismo”, mas que os venezuelanos “serão livres”.

Ainda segundo Trump, o país sul-americano “atravessa uma tragédia de proporções históricas”.

O encontro aconteceu em paralelo à Assembleia Geral anual da ONU.

Na quarta-feira, escreve a AFP, a Casa Branca anunciou novas sanções que proíbem a entrada, em solo americano, de funcionários do alto escalão do governo venezuelano. A medida se estende a seus familiares.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »