Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Última Hora: Lava Jato pede que Lula cumpra restante da pena em regime semiaberto

O pedido é assinado pelos procuradores Deltan Dallagnol, Roberto Pozzobon, Lauta Tessler e outros. (DR)

Procuradores da Operação Lava Jato pediram à Justiça nesta sexta-feira (27) que conceda prisão domiciliar ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O pedido, avança a Sputnik, é assinado pelos procuradores Deltan Dallagnol, Roberto Pozzobon, Lauta Tessler e outros.

A justificativa do pedido é a de que Lula apresenta bom comportamento e que merece a progressão de regime.

Os procuradores solicitam ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF) do pedido no processo em que o ex-presidente questiona a atuação do ex-juiz e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

A defesa do ex-presidente ainda precisa se pronunciar oficialmente à Justiça.

O advogado de Lula, Cristiano Zanin, afirmou ao jornal Folha de S.Paulo que “na segunda-feira vou conversar novamente com o ex-presidente sobre o assunto; a posição dele orientará a nossa manifestação no processo. Mas seja qual for a posição de Lula sobre a progressão, isso jamais poderá prejudicar o julgamento da suspeição do ex-juiz Sergio Moro pelo STF, como pretende o Ministério Público, pois todo o processo deve ser anulado, com o restabelecimento da liberdade plena do ex-presidente”.

Lula está preso desde o dia 7 de abril de 2018 na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. Ele foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo sobre o caso do triplex do Guarujá.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »