Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Mundo presta homenagem a Jacques Chirac

Bandeiras a meia-haste e um minuto de silêncio no parlamento: A França está de luto por Jacques Chirac. (DR)

Euronews

Bandeiras a meia-haste e um minuto de silêncio no parlamento: A França está de luto por Jacques Chirac.

Presidente da República entre 1995 e 2007, foi com ele que o país entrou no novo milénio. A presidência, em particular o segundo mandato, ficou marcada pelo europeísmo e pela oposição à guerra no Iraque. Antes do Eliseu, destacou-se como líder histórico do centro-direita francês, presidente da Câmara Municipal de Paris e primeiro-ministro, em coabitação com o rival e antecessor na presidência François Mitterrand.

Chirac morreu esta quinta-feira aos 86 anos. as homenagens vêm de todos os sectores. Na ONU, António Guterres lembrou um “pioneiro da luta contra as alterações climáticas”.

Também o chefe dos negociadores da União Europeia para o Brexit e antigo ministro de Chirac, Michel Barnier, lembrou o homem e o presidente: “Ele gostava das pessoas. Não podemos fazer política se não gostarmos das pessoas. Ele gostava das pessoas, da França e do mundo. Tinha uma curiosidade insaciável pelas culturas do mundo. Era um humanista”, disse Barnier.

A presidente indigitada da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, lembrou “um grande dirigente, um grande europeu e um homem que inspirou toda uma geração”. As homenagens chegaram também do actual chefe de Estado, Emmanuel Macron e dos antecessores Nicolas Sarkozy e François Hollande. O presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, enviou uma nota de condolências a Macron.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »