- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo África Moradores anglófonos nos Camarões cépticos antes das negociações de paz

Moradores anglófonos nos Camarões cépticos antes das negociações de paz

Nos Camarões de língua inglesa, há pouco optimismo de que o próximo Diálogo Nacional resolverá a crise anglófona de décadas.

A 30 de Setembro, o governo começará a sediar um “diálogo” nacional sobre o futuro dos territórios anglófonos, onde a violência separatista e a repressão do governo custaram milhares de vidas e forçaram centenas de milhares a fugir.

De acordo com a AFP, citada pelo AfricaNews, o dia seguinte, 1º de Outubro, marca o segundo aniversário dessa espiral em direcção ao conflito – a declaração da auto-descrita “República da Ambazônia” para a minoria de língua inglesa dos Camarões.

Lados de escolhas
Os comerciantes de Buea, capital da região sudoeste de Camarões, dizem estar sob pressão implacável para escolher lados.

Os militantes organizaram protestos de “cidade morta” toda segunda-feira, com o objectivo de paralisar as regiões de língua inglesa.

Se os comerciantes fecharem as lojas, correm o risco de serem punidos pelas autoridades. Mas, se a mantiverem aberta, enfrentarão a ira dos separatistas por ignorarem as greves.

“Se você é teimoso”, disse Jeremie, proprietário de uma lanchonete, “os separatistas” voltam e queimam a sua propriedade ou eles te seguem e depois te fazem uma visita.”

“Estamos com medo”, disse um homem que pediu para não ser identificado. Ele manteve a sua loja aberta na segunda-feira, mas disse que temia a chegada dos “amba-boys” a qualquer momento.

Um membro de uma ONG local disse que o exército recentemente conseguiu garantir uma parte volátil de Buea porque encontrou informantes entre os moradores cansados ​​de extorsão por separatistas.

“Os meninos amba que operam na cidade de tempos em tempos vêm de partes bastante remotas”, disse ele, pedindo para não ser identificado.

O Diálogo Nacional terá sucesso?
Todas as pessoas abordadas pela AFP em Buea expressaram cansaço diante da situação.

Ninguém expressou muita esperança pelo “Grande Diálogo Nacional” anunciado em 10 de Setembro ao presidente Paul Biya, que governa Camarões há 37 anos.

O fórum de cinco dias será realizado em Yaounde, sob a liderança do Primeiro Ministro Joseph Dion Ngute, que vem do território conturbado.

Várias forças separatistas e alguns partidos da oposição anunciaram um boicote. Muitos de seus líderes e activistas foram presos, mas Biya disse que “recentes decisões judiciais” não eram obstáculo às negociações.

“Um dos pré-requisitos deveria ter sido a cessação das hostilidades”, disse a professora Virginie enquanto as tropas armadas passavam.

Para ela, o diálogo “já falhou antes mesmo de começar”.

“Estamos tão cansados ​​dessa situação”, disse Kingsley Ebong, empregado de uma empresa estatal. “Esperamos que o diálogo funcione. Acima de tudo, as pessoas precisam ir lá com boa vontade. ”

“O diálogo é uma perda de tempo”, disse um advogado que queria permanecer anónimo. “O problema do anglófono persiste por muitos anos. O governo não pode fingir não ter consciência disso. ”

Busca pela independência
Muitos falantes de inglês são a favor da partição, considerando-se afastados do resto de uma nação onde afirmam que a maioria francófona tem um controle total sobre poder e riqueza.

Muitos líderes que querem independência, como Sisuku Ayuk Tabe, condenado à prisão perpétua em Agosto por “terrorismo”, rejeitaram a oferta de diálogo. Em público, Ayuk Tabe pediu secessão com base em negociações.

Alguns líderes anglófonos moderados gostariam de introduzir uma presidência rotativa entre os dois grupos de idiomas, juntamente com uma federação de oito estados, segundo a imprensa.

Mas Biya, depois que ele foi reeleito em 2018, descartou qualquer movimento em direcção ao federalismo ou a noção de que ele estaria pronto para renunciar à presidência.

A crise anglófona
Os falantes de inglês representam cerca de um quinto da população de 24 milhões de camarões, cuja maioria é de língua francesa.

Os anglófonos estão concentrados principalmente em duas áreas ocidentais, a Região Noroeste e a Região Sudoeste, que foram incorporadas ao estado de língua francesa após a era colonial na África ter terminado seis décadas atrás.

Anos de crescente ressentimento pela discriminação percebida explodiram em 2017, desencadeando um conflito que já matou mais de 2.000 vidas, de acordo com o thinktank do International Crisis Group ( ICG ), enquanto a ONU diz que pelo menos meio milhão fugiu de suas casas.

- Publicidade -
- Publicidade -

Partidos fazem leituras diferentes à Presidência de João Lourenço

O MPLA, a UNITA e a CASA-CE, as três maiores formações políticas em Angola, divergem-se em relação aos três anos de governação de João...
- Publicidade -

Moçambique não confirma detenção de líder de organização terrorista

O comandante-geral da polícia de Maputo, Bernardino Rafael, não confirmou as informações a circular nas redes sociais que dão conta da detenção em Moçambique...

Com mais armas na mão e um olho na Rússia

A Suécia está a reforçar o poder militar para responder à crescente actividade militar da Rússia e da Organização do Tratado do Atlântico Norte...

Camané, Mário Laginha e Maria Mendes nomeados para os Grammy Latinos

Cerimónia decorrerá a 19 de novembro. Os músicos Camané e Mário Laginha e a cantora Maria Mendes estão nomeados para os prémios de música Grammy Latinos...

Notícias relacionadas

Partidos fazem leituras diferentes à Presidência de João Lourenço

O MPLA, a UNITA e a CASA-CE, as três maiores formações políticas em Angola, divergem-se em relação aos três anos de governação de João...

Moçambique não confirma detenção de líder de organização terrorista

O comandante-geral da polícia de Maputo, Bernardino Rafael, não confirmou as informações a circular nas redes sociais que dão conta da detenção em Moçambique...

Com mais armas na mão e um olho na Rússia

A Suécia está a reforçar o poder militar para responder à crescente actividade militar da Rússia e da Organização do Tratado do Atlântico Norte...

Camané, Mário Laginha e Maria Mendes nomeados para os Grammy Latinos

Cerimónia decorrerá a 19 de novembro. Os músicos Camané e Mário Laginha e a cantora Maria Mendes estão nomeados para os prémios de música Grammy Latinos...

Emir do Kuwait, xeique Sabah morre aos 91 anos, anuncia país

Kuwait anuncia em cadeia nacional a morte de seu emir, o xeique Sabah al-Ahmad al-Sabah, que governou o país árabe desde 2006. O mais velho...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.