- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Arábia Saudita considera responder militarmente aos ataques contra refinarias

Arábia Saudita considera responder militarmente aos ataques contra refinarias

A Arábia Saudita ainda não estabeleceu o local exacto do lançamento dos mísseis que atacaram o país, mas diz ter certeza de que foi o Irão. A declaração é do ministro das Relações Exteriores da Arábia Saudita, Adel Jubeir.

“Acreditamos que o Irão é responsável pelo ataque, porque as armas são iranianas. Sabemos que elas não vieram do sul, sabemos disso com base no alcance das armas. Acreditamos que elas vieram do norte, definitivamente do norte. O que estamos fazendo agora é definir o local exacto do lançamento”, disse Jubeir, citado pela Sputnik, ao participar do Conselho de Relações Exteriores em Nova York.

Ele lembrou que especialistas da ONU e de vários outros países estão trabalhando no reino e, assim que seu trabalho for concluído, a Arábia Saudita fará uma declaração na qual anunciará os “culpados” pelo ataque.

Acção militar está na pauta
Quando perguntado por que o reino não respondeu imediatamente ao ataque do Irão, o chanceler enfatizou que todas as medidas de retaliação seriam tomadas somente após a conclusão da investigação.

“Queremos ter certeza de que sabemos exactamente o que aconteceu, de onde veio esse ataque, queremos obter apoio internacional e queremos estudar todas as opções: diplomáticas, económicas e militares, e depois tomar uma decisão de maneira eficaz”, afirmou.

Na semana passada, um ataque de drones à petrolífera Saudi Aramco forçou a companhia nacional de petróleo da Arábia Saudita a paralisar as actividades nas instalações em Abqaiq e Khurais.

Embora a responsabilidade tenha sido reivindicada pela ala militar do movimento Ansar Allah, do Iêmen, também conhecido como Houthis, a Arábia Saudita e os Estados Unidos acusam o Irão pelo incidente. Teerão refutou as acusações.

- Publicidade -
- Publicidade -

Sonangol vai vender combustíveis no Congo, África do Sul, Zâmbia e Namíbia

A Sonangol pretende expandir a sua actividade de abastecimento de combustíveis e gás a quatro países da SADC. De acordo com o seu plano de...
- Publicidade -

Fenómeno «Sócia» – O alívio alimentar das famílias de Luanda

A crise financeira que afecta o País desde meados de 2014, associada à desvalorização da moeda nacional, o Kwanza, que consequentemente reduziu o poder...

Russell Westbrook sai dos Rockets para os Wizards

Os Wizards, a equipa de basquetebol de Washington DC, adquiriram Russell Westbrook!!! Pelo que escreve o site desportivo ESPN, Westbrook há muito queria sair dos...

Elliot Page revela ser transgénero

Ele nasceu Ellen Page e ontem o actor indicado ao Oscar que protagonizou "Juno", "Inception" e "The Umbrella Academy" anunciou que se tornou transgénero...

Notícias relacionadas

Sonangol vai vender combustíveis no Congo, África do Sul, Zâmbia e Namíbia

A Sonangol pretende expandir a sua actividade de abastecimento de combustíveis e gás a quatro países da SADC. De acordo com o seu plano de...

Fenómeno «Sócia» – O alívio alimentar das famílias de Luanda

A crise financeira que afecta o País desde meados de 2014, associada à desvalorização da moeda nacional, o Kwanza, que consequentemente reduziu o poder...

Russell Westbrook sai dos Rockets para os Wizards

Os Wizards, a equipa de basquetebol de Washington DC, adquiriram Russell Westbrook!!! Pelo que escreve o site desportivo ESPN, Westbrook há muito queria sair dos...

Elliot Page revela ser transgénero

Ele nasceu Ellen Page e ontem o actor indicado ao Oscar que protagonizou "Juno", "Inception" e "The Umbrella Academy" anunciou que se tornou transgénero...

Jorge Soares Silva, vencedor do Prémio Literário Arnaldo França e uma carreira nas letras

Escritor cabo-verdiana ganha prémio com obra sobre a vivência da diáspora cabo-verdiana em Angola O escritor cabo-verdiano Jorge Soares Silva é o vencedor da 3.ª...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.