Radio Calema
InicioVidaSaúdeTuberculose mata 22 pessoas no I semestre deste ano no Bengo

Tuberculose mata 22 pessoas no I semestre deste ano no Bengo

Vinte duas pessoas morreram de tuberculose na província do Bengo, no primeiro semestre deste ano, mais 15 em relação ao período homólogo de 2018.

O tempo de duração do tratamento (seis meses) e o incumprimento da medicação por muitos dos pacientes estão na base do aumento do número de mortes, informou à Angop a supervisora provincial do Programa de Controlo de Tuberculose, Lucrécia Francisco Ribeiro.

Segundo a responsável, a província registou no I semestre deste ano 663 novos casos, de um total de 773, mais 110 em relação ao mesmo período de 2018.

Os novos casos foram registados nos municípios do Dande e do Pango Aluquém, tidos como os mais endémicos, seguidos de Nambuangongo e Ambriz.

Para minimizar esta situação, o Programa Nacional de Controlo de Tuberculose realizou recentemente, em Caxito, um curso sobre gestão da tuberculose em crianças.

A acção formativa teve a duração de três dias e foi dirigida a médicos e técnicos da rede materno-infantil que atendem crianças com tuberculose nos seis municípios que compõem a província.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.