- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Futebol Petro de Luanda: Tomás Faria já tem substituto

Petro de Luanda: Tomás Faria já tem substituto

O actual presidente de direcção do Petro de Luanda, Tomás Faria, pode ser rendido em 2020 pelo ex-futebolista Barros Vinhas “Bavi”, apurou a Angop, nesta terça-feira, de fonte da Sonangol, principal patrocinador do clube.

O quadro da empresa petrolífera angolana foi sugerido para o cargo durante uma reunião, à porta fechada, do Conselho Geral da colectividade, realizada na última semana, na capital do país.

A eleição deste antigo avançado “tricolor” deve acontecer em Junho/Julho do próximo ano, altura em que termina o ciclo olímpico e a consequente renovação de mandatos nas instituições desportivas, com a realização de uma Assembleia-Geral ordinária e depois a eleitoral.

O candidato, engenheiro da petrolífera nacional, jogou pelo Ferroviário de Angola, Kilamba e Andorinhas, ambas do Cuanza Sul, e terminou a carreira ao serviço do Petro de Luanda.

No discreto encontro de antigos presidentes de Direcção e da Mesa da Assembleia – Geral foi analisado o desempenho do elenco de Tomás Faria desde que assumiu à liderança em Abril de 2014, com realce para o futebol sénior há dez anos em jejum, depois do 15º título em 2009.

Nas três provas na época de 2018/19, a equipa falhou o Campeonato Nacional, a Taça de Angola e apesar de ter atingido a fase de grupos da Taça da Confederação Africana foi eliminada na primeira etapa.

Entretanto, esta possibilidade de substituição ocorre numa altura em que, em conferência de imprensa, em Maio passado, o actual líder “petrolífero” manifestou-se indisponível para concorrer a um segundo mandato, alegando falta de condições psicológicas.

Segundo a fonte da Angop, na próxima Assembleia-Geral ordinária os sócios do clube podem aprovar o antigo logótipo da agremiação, bem como o regresso de alguns dirigentes afastados da actual estrutura da agremiação do “eixo -viário”.

Em Julho de 2017, em Assembleia – extraordinária, os membros do clube aprovaram alterações ao símbolo, em que agora se incorpora a cor azul e se encurta apenas para Petro de Luanda, alterando a designação anterior de Atlético Petróleos de Luanda.

O Petro de Luanda já foi presidido por António Mangueira, Botelho de Vasconcelos, Silva Neto, Paulo Gouveia Júnior, Cardoso Pereira e Mateus de Brito, este último falecido a meio do seu mandato, tendo sido substituído por Tomás Faria (2014).

Fundado a 14 de Janeiro de 1980, o conjunto movimenta o futebol, andebol, atletismo, hóquei em patins, basquetebol, ciclismo, ginástica, karaté, vela e voleibol.

- Publicidade -
- Publicidade -

Governador apela ao rigor e profissionalismo na saúde

O governador do Namibe, Archer Mangueira, apelou, na sexta-feira, aos quadros da saúde rigor, profissionalismo e um atendimento mais humanizado dos utentes das unidades...
- Publicidade -

Agostinho Neto é marca indelével da política angolana

Agostinho Neto marca indelevelmente a política angolana e é o ponto de partida da evolução desta, tendo proclamado a independência de Angola em 11...

Corrida à presidência do CPA com candidato único

As eleições no Comité Paralímpico Angolano (CPA) para o quadriénio 2020/24 terão apenas um candidato, Leonel da Rocha Pinto, fazendo jus à história desde...

Zaire: Baleia de seis metros encontrada morta no Nzeto

Uma baleia com seis metros de comprimento foi encontrada morta sexta-feira, na baía da comuna da Musserra, município do Nzeto, na província do Zaire. O...

Notícias relacionadas

Governador apela ao rigor e profissionalismo na saúde

O governador do Namibe, Archer Mangueira, apelou, na sexta-feira, aos quadros da saúde rigor, profissionalismo e um atendimento mais humanizado dos utentes das unidades...

Agostinho Neto é marca indelével da política angolana

Agostinho Neto marca indelevelmente a política angolana e é o ponto de partida da evolução desta, tendo proclamado a independência de Angola em 11...

Corrida à presidência do CPA com candidato único

As eleições no Comité Paralímpico Angolano (CPA) para o quadriénio 2020/24 terão apenas um candidato, Leonel da Rocha Pinto, fazendo jus à história desde...

Zaire: Baleia de seis metros encontrada morta no Nzeto

Uma baleia com seis metros de comprimento foi encontrada morta sexta-feira, na baía da comuna da Musserra, município do Nzeto, na província do Zaire. O...

MPLA denuncia campanhas contra Angola

O Bureau Político do MPLA denunciou, neste sábado, as campanhas de intoxicação movidas contra as instituições do Estado angolano e o Presidente da República,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.