- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
InicioDesportoFutebolFutebol para amputados: Pré-selecção aprimora aspectos técnicos e tácticos

Futebol para amputados: Pré-selecção aprimora aspectos técnicos e tácticos

O aprimoramento dos aspectos técnicos e tácticos está a marcar os trabalhos da pré-selecção nacional de futebol para amputados, na etapa derradeira da preparação do campeonato africano da modalidade, a decorrer nesta cidade, de 30 de Setembro a 14 de Outubro, apurou, hoje, a Angop.

Segundo o técnico-adjunto da selecção, Luís Duarig, que falava à Angop, nesta terça-feira, o grupo, que se prepara desde 24 de Agosto último na cidade de Benguela, está mais coeso e solto.

O treinador disse que estão a fazer algumas correcções nos aspectos técnicos e tácticos, para se melhorarem os automatismos.

Luís Duarig informou que no último fim-de-semana fez-se uma triagem no grupo, passando dos iniciais 20 atletas pré-convocados, para os actuais 16. Na última triagem, que acontece a dois dias da abertura da competição, serão afastados mais dois atletas.

Na penúltima triagem, realizada após o treino de domingo, foram excluídos o guarda-redes Ambrósio Chilala (Benguela), o atacante Oliveira Ambriz (Malange), o médio Edgar Domingos (Luanda) e o defesa Rafael Lundumba (Benguela).

“Nesta altura está tudo acautelado em termos de condições de trabalho e alojamento e só nos resta esperar pela hora da competição”, disse o técnico, referindo que a selecção nacional já realizou três jogos amistosos, sendo dois com equipas juvenis do Nacional de Benguela e um com o 1º de Maio, tendo vencido todos.

De acordo com o responsável, o plantel aguarda pela confirmação do misto de Benguela para mais um amistoso.

Eis os 16 atletas em funções:

Guarda-redes – Augusto Lilito (Moxico), Jesus Mateus (Luanda) e Sebastião Cacumba (Huambo)

Defesas – Celestino Elias (Huambo), Neves Sonhi (Moxico), Francisco Amaro (Luanda)

Médios – Hilário Cufula (Benguela), Jesus Alexandre (Luanda) e Laurindo Lucamba (Huambo)

Atacantes – Sabino António (Moxico), João das Dores “Chiquete” (Huambo), Sandro do Rosário (Luanda), Moisés Cézar (Moxico), José Candeeiro (Namibe), Heno Guilherme (Luanda) e Catarino de Carvalho (Luanda).

Além do treinador principal (Cheto), da província do Moxico, integram ainda a equipa técnica Hélder Gomes (Huambo) e Luís Duarig (Benguela).

O CAN 2019, que acontece na cidade de Benguela, vai contar com a participação das selecções de Angola (anfitriã), Ghana, Nigéria, Libéria, Guiné-Bissau, Togo, Serra Leoa, Rwanda, Marrocos, Tanzânia, Côte d’Ivoire, Camarões e Quénia.

A selecção de Angola sagrou-se campeã do mundo de futebol para amputados a 4 de Novembro de 2018, na cidade de Guadalajara, México, ao vencer a sua congénere da Turquia por 5-4, após marcação de grandes penalidades.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.