- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Cabo Verde Videovigilância alargada a mais quatro cidades de Cabo Verde

Videovigilância alargada a mais quatro cidades de Cabo Verde

DN|Lusa

O Governo cabo-verdiano vai avançar com o alargamento do programa Cidade Segura, atualmente a funcionar apenas na cidade da Praia com 300 câmaras de videovigilância, a quatro cidades de outras três ilhas do arquipélago.

De acordo com uma resolução do Conselho de Ministros de 18 de setembro, a que a Lusa teve hoje acesso, tendo em conta os resultados da implementação do projeto na capital cabo-verdiana, o Governo criou uma comissão de avaliação técnica para o seu alargamento.

Caberá a esta comissão, que integra membros da área da Administração Interna e da Segurança Nacional, além de representantes locais, conduzir o processo de alargamento do projeto Cidade Segura às principais localidades das ilhas de São Vicente, do Sal e da Boavista.

A resolução refere que “esta nova fase implicará estender o sistema integrado de segurança, com o objetivo de antecipar ocorrências criminais, garantir respostas imediatas às emergências e de melhorar a eficiência na gestão da segurança pública a três novas ilhas, abrangendo quatro cidades”, com “todo o trabalho técnico de preparação, seguimento e de implementação” a ser “ainda mais complexo e exigente”.

O documento sublinha que são reconhecidos os “ganhos” que o novo modelo de gestão de segurança trouxe à capital cabo-verdiana desde a sua implementação em 2018. Contudo, a resolução não avança em concreto as localidades que vão receber a segunda fase deste projeto.

Dados avançados pela Polícia Nacional em julho último indicam que o sistema de videovigilância instalado há um ano na cidade da Praia, no âmbito deste projeto, previne entre 40 e 50 crimes por mês.

O sistema faz parte do projeto Cidade Segura, com o qual o Governo cabo-verdiano estima poder vir a diminuir a criminalidade urbana na ordem dos 30%.

Segundo disse então o comandante do centro do sistema de videovigilância na cidade da Praia, Luciano Vaz Cabral, o sistema é “o ideal” para a capital cabo-verdiana e tem representando “ganhos significativos” no que diz respeito à prevenção da criminalidade.

O sistema, suportado por 300 câmaras em vários pontos da cidade, funciona durante 24 horas e é operado por 32 agentes policiais, com turnos de seis horas cada.

Até agora, o sistema tem funcionado sem interrupções e sem avarias.

O projeto foi instalado pela empresa multinacional chinesa de telecomunicações Huawei, que contemplou a construção de um Centro de Comando em Achada Grande Frente, instalação do sistema de videovigilância, do sistema de alerta inteligente e da comunicação operacional (voz e vídeo).

- Publicidade -
- Publicidade -

Quem é Luis Arce, o virtual presidente da Bolívia que levou o país ao ‘boom’ económico nos anos 2000

Como ministro da Fazenda entre 2006 e 2017, ele conduziu o país a um dos melhores desempenhos económicos da região. Luis Arce, virtual vencedor na...
- Publicidade -

Ministro Manuel Homem anuncia privatização da TV Zimbo para 2021

A TV Zimbo e as restantes empresas que transitaram para a esfera pública no âmbito da recuperação de activos pelo Estado deverão ser reprivatizadas...

BAI concede 31% da carteira de crédito ao sector imobiliário

O Banco Angolano de Investimentos (BAI) concedeu, ao longo dos seus 24 anos de existência, empréstimos anuais de 31% da sua carteira de crédito...

BNA confere licença de prestador de serviços de pagamentos à UNITEL

O Banco Nacional de Angola (BNA) atribuiu à operadora de telecomunicações móveis UNITEL uma licença de prestação de serviços de pagamento, permitindo à operadora...

Notícias relacionadas

Quem é Luis Arce, o virtual presidente da Bolívia que levou o país ao ‘boom’ económico nos anos 2000

Como ministro da Fazenda entre 2006 e 2017, ele conduziu o país a um dos melhores desempenhos económicos da região. Luis Arce, virtual vencedor na...

Ministro Manuel Homem anuncia privatização da TV Zimbo para 2021

A TV Zimbo e as restantes empresas que transitaram para a esfera pública no âmbito da recuperação de activos pelo Estado deverão ser reprivatizadas...

BAI concede 31% da carteira de crédito ao sector imobiliário

O Banco Angolano de Investimentos (BAI) concedeu, ao longo dos seus 24 anos de existência, empréstimos anuais de 31% da sua carteira de crédito...

BNA confere licença de prestador de serviços de pagamentos à UNITEL

O Banco Nacional de Angola (BNA) atribuiu à operadora de telecomunicações móveis UNITEL uma licença de prestação de serviços de pagamento, permitindo à operadora...

Huambo: Detidos grupo de marginais altamente perigosos

O Ministério Público (MP) decretou a prisão preventiva a 20 homens, "altamente perigosos", acusados de liderar várias organizações de marginais, responsáveis por assassinatos, incluindo...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.