Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

PR aborda assuntos de interesse bilateral com homólogos

Presidente da República (à dir.), João Lourenço, encontra-se com homólogo do Mali, Ibrahim Boubacar Keïta (FOTO: PEDRO PARENTE)

Questões de interesse bilateral dominaram nesta quarta-feira, em Luanda, os encontros, em separado, entre o Presidente da República, João Lourenço, e os seus homólogos da Namíbia e do Mali, respectivamente, Hage Geingob e Ibrahim Boubacar Keita, avança a Angop.

Ainda no Palácio Presidencial, o Chefe de Estado angolano, recebeu em audiências, igualmente separadas, o presidente da Comissão da União Africana, Moussa Fátima Mahamat, a directora geral da Unesco, Audrey Azoulay, e o ministro da Cultura do Djibuti, Mounin Hassan Barreh.

Os Presidentes da Namíbia, Hage Geingob, do Mali, Ibrahim Boubacar Keïta, e as demais entidades participaram hoje (quarta-feira) na cerimónia de abertura da Bienal de Luanda – Fórum Pan-Africano para a Cultura de Paz, que vai decorrer até ao dia 22 deste mês .

A Bienal é uma plataforma que visa desenvolver e consolidar uma cultura de paz e não-violência, desencadeando um movimento pan-africano que promova a diversidade cultural e a unidade africana.

Abordado pela imprensa no final da audiência, o ministro da Cultura do Djibuti, Mounin Barreh, informou que entregou ao Presidente João Lourenço uma mensagem do Chefe de Estado do seu país, Ismael Omar Guellen.

A missiva, de acordo com o titular da Cultura do Djibuti, está relacionada com a solicitação do apoio de Angola à candidatura daquele país a membro não permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas .

Entretanto, o ministro angolano das Relações Exteriores, Manuel Augusto, que esteve presente nos encontros, resumiu à imprensa que a ocasião serviu para o Presidente João Lourenço discutir com os seus interlocutores alguns assuntos de interesse comum, com realce para a cooperação existente com aqueles países.

Com o presidente da Comissão da União Africana, Moussa Fátima Mahamat, esteve no centro do diálogo a actual situação no continente, com particular realce os acordos de paz assinados em Moçambique e no Sudão, este relacionado com a criação de um governo civil.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »