Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Emmanuel Macron forja aliança com Giuseppe Conte

(DR)

Euronews

Os governos de França e Itália selaram esta quarta-feira em Roma as bases de uma nova aliança com o acordo sobre um projeto de repartição de migrantes pela União Europa.

Após meses de atrito transalpino, motivado sobretudo pela posição mais extremada do anterior ministro do Interior italiano, Emmanuel Macron e Giuseppe Conte concordaram num mecanismo automático de acolhimento de migrantes que pretendem defender lado a lado em Bruxelas.

O presidente francês considerou agora que “a União Europeia não deu provas suficientes de solidariedade aos países de chegada dos migrantes”. “Em particular à Itália”, especificou.

“A França está pronta a progredir nesta questão, no âmbito de uma revisão completa dos acordos de Dublin. Espero que possamos trabalhar numa solução nova, mais forte, mais solidária”, perspetivou Macron.

O presidente francês, que teve também oportunidade de visitar o homólogo Sergio Mattarella, falou aos jornalistas ladeado por Giuseppe Conte, no final do primeiro encontro entre ambos após a recente recondução do chefe do Governo italiano e o afastamento do palco de decisões em Roma do nacionalista Mateo Salvini.

“Estamos a atravessar uma fase crucial na Europa. Vamos trabalhar com uma nova comissão, que seguramente nos irá dar a oportunidade de trabalharmos no crescimento económico, na criação de emprego e no reforço da segurança e da coesão social no continente europeu”, afirmou Conte, numa declaração onde também não poupou o antigo ministro do Interior.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »