Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Malanje: Crianças do Kunda-dia-base ganham escola primária

Novas escolas melhoram condições de acomodação dos alunos (Foto: Leonardo Castro)

Uma escola primária, de dez salas de aulas, com capacidade para 450 alunos por turno, está à disposição das crianças do município do Kundia-dia-base, após inauguração, no âmbito da celebração do Dia do Herói Nacional.

Construída no âmbito do programa de combate à pobreza, avança Angop, a administração local, a infra-estrutura foi inaugurada pelo governador de Malanje, Norberto Fernandes dos Santos, no quadro das comemorações do 57º aniversário do Município do Kunda-dia-base, assinalado a 15 do corrente.

Denominado António Agostinho Neto nº 6, a escola foi construída para permitir a inserção de novos alunos no sistema de ensino a partir do ano lectivo de 2020, face a existência de muitas crianças que não estudam por insuficiência de instituições escolares e de professores na região.

A par da escola, o governador inaugurou igualmente, uma central térmica que doravante fornece energia domiciliar e pública a sede do município, por meio de três grupos geradores de 275, 500 e 500 kva, respectivamente, bem como visitou as obras de construção do futuro CIC-CEC (Centro Infantil Comunitário e de Educação Comunitária).

Norberto dos Santos constatou também as obras de reabilitação em curso a estrada que liga a sede do Kunda-dia-base as comunas de Lemba e Milando, num percurso de 26 quilómetros a cargo da empreiteira nacional Ancav.

Falando à população após as actividades, o governante considerou que a região de Kunda-dia-base tende a crescer, fruto das acções e dinâmica da administração municipal, pelo que felicitou o empenho empreendido na satisfação das necessidades da população.

Aliado aos esforços do governo, segundo Norberto dos Santos, urge “persuadir”, o empresariado nacional, sobretudo aqueles que exploram diamantes, a contribuírem no desenvolvimento do município, através da construção de escolas, unidades sanitárias, reabilitação de estrada ou outras iniciativas, porquanto têm beneficiado dos recursos minerais locais, embora estejam licenciados para o efeito.

Por outro lado, o governador esclareceu a população que os 200 fogos do Kunda-dia-base construídos no âmbito do programa nacional de habitação, devem ser pagos, ao contrário da entrega gratuita feita pela anterior gestão do município, tendo por isso apelado aos beneficiários no sentido de regularizarem a situação junto da administração municipal e passarem a pagar os imóveis através de renda resolúvel por um período de 40 anos.

Apelou a administração municipal no sentido de reservar e ceder casas de função, como forma de estimular a permanência dos quadros da educação, saúde e de outros sectores no município, tendo em conta as várias desistências que se registam alegadamente por falta de condições sociais, sobretudo alojamento.

Antes designado “Montealegre”, o actual município do Kunda-dia-base, foi fundado a 15 de Setembro de 1962, na era da então colónia portuguesa, através da Portaria 12.389, do Boletim Oficial nº 37.

A região compreende a sede municipal e as comunas de Milando e Lemba, numa extensão de mais de 5 mil quilómetros quadrados e uma população maioritariamente camponesa estimada em 13 mil e 620 habitantes.

Situa-se a 172 quilómetros da sede capital e integra a Baixa de Cassanje, ao lado dos municípios do Quela, Marimba, Kiwaba Nzoji e Massango (Malanje) e Xá-Mutemba (Lunda norte).

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »