- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Política Dia do herói nacional marcado pelo içar da bandeira

Dia do herói nacional marcado pelo içar da bandeira

O içar da bandeira monumento no Museu de História Militar, a deposição de coroa de flores no sarcófago do Fundador da Nação, António Agostinho Neto, no Memorial, marcaram hoje, terça-feira, em Luanda, as comemorações do 97º aniversário natalício do Herói Nacional.

Ambas actividades, escreve Angop, foram presididas pelo governador da província de Luanda, Sérgio Luther Rescova Joaquim.

Juntou-se também a celebração, a ministra da educação, Cândida Teixeira, que depositou no Monumento do Soldado Desconhecido uma coroa de flores.

Em declarações à imprensa, o governador de Luanda, Sérgio Luther Rescova Joaquim, apelou a preservação do legado do Fundador da Nação por todos os angolanos, para o contínuo trabalho de desenvolvimento do país.

Por sua vez, a ministra da educação, Cândida Teixeira, recordou que está em curso a reformulação de manuais escolares, com a intenção de introduzir nos mesmos, até 2022, conteúdos que têm a ver com os locais históricos do país e das personalidades históricas, para conhecimento das novas gerações.

O primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto, nasceu a 17 de Setembro de 1922, na Aldeia de Caxicane e faleceu no dia 10 de Setembro, em 1979, por doença, na antiga União das Repúblicas Socialistas Soviética (URSS), actualmente Rússia.

A bandeira que pesa 40 quilos, tem 18 metros de comprimento e 12 de largura, é içada num mastro de 75 metros de altura, suporta ventos até 200 quilómetros e pode ser vista a partir de todos os pontos da baixa de Luanda.

A Bandeira Monumento foi hasteada pela primeira vez no Museu Nacional de História Militar, antiga Fortaleza de São Miguel, num acto presidido pelo Ex-Presidente da República, José Eduardo dos Santos, no dia 4 de Abril de 2013.

É hasteada a 4 de Janeiro (Dia dos Mártires da Repressão Colonial Baixa de Kassanje), 4 de Fevereiro (Início da Luta Armada de Libertação Nacional), 8 de Março (Dia Internacional da Mulher), 4 de Abril (Dia da Paz e da Reconciliação Nacional), 1 de Maio (Dia Internacional dos Trabalhadores) e a 25 de Maio (Dia de África).

Hasteada igualmente para manutenção, no primeiro domingo do mês de Julho e no primeiro domingo do mês de Agosto, a 17 de Setembro (Dia do Fundador da Nação e do Herói Nacional), no primeiro domingo do mês de Outubro, a 11 de Novembro (Dia da Independência Nacional) e a 25 de Dezembro (Dia de Natal e da Família).

- Publicidade -
- Publicidade -

Moçambique: Forças governamentais anunciam que mataram 59 “terroristas”

"No decurso das acções de defesa da população contra acções terroristas, as Forças de Defesa e Segurança atingiram vários resultados operativos, sendo de destacar...
- Publicidade -

“Pode acontecer algo imprevisível a qualquer momento devido ao nível de ódio actual”: o caso da “parada Ku Klux Klan” (e o que diz...

O caso remonta ao último sábado quando nacionalistas se reuniram no exterior da associação antirracista, em Lisboa, com máscaras brancas e tochas em punho....

Morreu o embaixador Luís de Almeida

Luís de Almeida, embaixador de carreira e uma das grandes figuras da diplomacia angolana, morreu, ontem, em Luanda, aos 87 anos, vítima de doença. A...

A grande ameaça civilizacional

Achille Mbembe, conhecido filósofo, teórico político, historiador, intelectual e professor universitário camaronês, afirma que “a era do humanismo está a chegar ao fim” e...

Notícias relacionadas

Moçambique: Forças governamentais anunciam que mataram 59 “terroristas”

"No decurso das acções de defesa da população contra acções terroristas, as Forças de Defesa e Segurança atingiram vários resultados operativos, sendo de destacar...

“Pode acontecer algo imprevisível a qualquer momento devido ao nível de ódio actual”: o caso da “parada Ku Klux Klan” (e o que diz...

O caso remonta ao último sábado quando nacionalistas se reuniram no exterior da associação antirracista, em Lisboa, com máscaras brancas e tochas em punho....

Morreu o embaixador Luís de Almeida

Luís de Almeida, embaixador de carreira e uma das grandes figuras da diplomacia angolana, morreu, ontem, em Luanda, aos 87 anos, vítima de doença. A...

A grande ameaça civilizacional

Achille Mbembe, conhecido filósofo, teórico político, historiador, intelectual e professor universitário camaronês, afirma que “a era do humanismo está a chegar ao fim” e...

Adeus, Waldemar

Este é um texto rigorosamente pessoal. Como amigo de Waldemar durante anos, recuso-me a participar quer em tentativas de aproveitamento de toda a ordem,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.