- Publicidade-
Rádio Calema
Inicio Mundo América do Sul 'Chavistas' voltam ao Parlamento venezuelano após acordo com parte da oposição

‘Chavistas’ voltam ao Parlamento venezuelano após acordo com parte da oposição

O governo venezuelano anunciou nesta segunda-feira o retorno de sua bancada ao Parlamento, controlado pela oposição, após um acordo com um grupo de adversários do presidente Nicolás Maduro visando resolver a crise política e económica no país.

“Pelo bem do aprofundamento do diálogo político (…) se incorporarão à Assembleia Nacional os membros do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) e dos partidos aliados”, assinalou o ministro da Comunicação, Jorge Rodríguez, citado pela AFP, durante a assinatura do pacto com movimentos opositores minoritários.

“Hoje firmamos um acordo que abre as portas para um grande diálogo de paz, de convivência nacional”, disse Maduro em mensagem à Nação.

Entre os que firmaram o acordo estão os partidos liderados por Timoteo Zambrano e Claudio Fermín, que a oposição maioritária liga frequentemente ao ‘chavismo’.

O bloco governista havia abandonado a Assembleia Nacional em 2016, após o Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) declarar o Parlamento em desacato, anulando suas decisões.

Na prática, o Parlamento foi substituído pela Assembleia Constituinte, eleita em 2017 apenas com candidatos ligados ao governo e considerada ilegal pela oposição.

Presidido por Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino da Venezuela por mais de 50 países, incluindo os Estados Unidos, o Parlamento era integrado originalmente por 112 deputados opositores e 55 governistas, mas desde então vários legisladores foram presos, se exilaram ou passaram à clandestinidade.

O acordo, firmado nesta segunda-feira, prevê ainda a instalação de uma “mesa de trabalho” entre o governo e os movimentos opositores minoritário.

No domingo, Guaidó anunciou que o mecanismo de diálogo com o governo de Nicolás Maduro, mediado pela Noruega, “se esgotou” diante da negativa da delegação do chavismo de voltar à mesa de negociações.

“Maduro abandonou o processo de negociação com desculpas falaciosas: após mais de 40 dias em que se negaram a continuar no mesmo, confirmamos que o mecanismo de Barbados se esgotou”, disse a equipe de Guaidó.

As conversas em busca de saídas para a grave crise política e económica venezuelana, que começaram na Noruega e se transferiram posteriormente para Barbados, estavam congeladas desde 7 de Agosto por decisão do governo.

O líder legislativo se autoproclamou presidente interino em Janeiro, depois que a maioria opositora do Parlamento declarou Maduro um usurpador, acusando-o de ter sido eleito em eleições fraudulentas.

- Publicidade -
- Publicidade -

Tribunal Constitucional chumba pedido de Habeas Corpus de ex-ministro Augusto Tomás

O Tribunal Constitucional (TC) chumbou esta semana o pedido de Habeas Corpus interposto pela equipa de advogados do ex-ministro dos Transportes, Augusto Tomás, o...
- Publicidade -

EUA registam 919 mortos por Covid-19 nas últimas 24 horas

Os Estados Unidos registaram 919 mortos devido à covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para mais de 107 mil óbitos desde o início da...

Futebol: FC Porto escorrega em Famalicão no regresso da I Liga

Após quase três meses de paragem devido à Covid-19, a Liga Portuguesa de Futebol regressou na quarta-feira com a disputa da 25ª jornada, com...

Ex-número 2 de Mandetta diz que pandemia ‘ainda não começou’ em áreas do sul do país

O ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, afirma que a pandemia do novo coronavírus "ainda não começou" em regiões do sul do Brasil,...

Notícias relacionadas

Tribunal Constitucional chumba pedido de Habeas Corpus de ex-ministro Augusto Tomás

O Tribunal Constitucional (TC) chumbou esta semana o pedido de Habeas Corpus interposto pela equipa de advogados do ex-ministro dos Transportes, Augusto Tomás, o...

EUA registam 919 mortos por Covid-19 nas últimas 24 horas

Os Estados Unidos registaram 919 mortos devido à covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para mais de 107 mil óbitos desde o início da...

Futebol: FC Porto escorrega em Famalicão no regresso da I Liga

Após quase três meses de paragem devido à Covid-19, a Liga Portuguesa de Futebol regressou na quarta-feira com a disputa da 25ª jornada, com...

Ex-número 2 de Mandetta diz que pandemia ‘ainda não começou’ em áreas do sul do país

O ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, afirma que a pandemia do novo coronavírus "ainda não começou" em regiões do sul do Brasil,...

Covid-19: Angola há 72 horas sem novos casos positivos

Pelo terceiro dia consecutivo, o quadro epidemiológico angolano mantém-se inalterado, com o registo de 86 casos positivos de covid-19.A estatística indica, até ao presente...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.