Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Felicity Huffman condenada a 14 dias de prisão e multa de USD 30 mil após pagar para filha ser aprovada em faculdade

Felicity Huffman ao lado do marido, William H. Macy, em frente a tribunal em Boston nesta sexta-feira (13) (Foto: Reuters / Katherine Taylor)

Actriz faz parte de um escândalo no qual pais ricos se valeram da corrupção para conseguirem vagas para os seus filhos em importantes universidades norte-americanas.

Felicity Huffman, actriz conhecida pela actuação na série “Desperate Housewives”, foi condenada a 14 dias de prisão e uma multa de USD 30 mil. Ela também terá que prestar 250 horas de serviços comunitários e mais um ano de liberdade condicional.

Segundo o G1, ela pagou para falsificar um exame de admissão numa faculdade para a sua filha. O caso é parte de um amplo escândalo no qual pais ricos se valeram de fraudes e corrupção para conseguirem vagas para os seus filhos em importantes universidades norte-americanas.

Felicity foi a primeira a ser condenada entre os 34 pais de alunos que estão a ser julgados. “Eu só posso dizer que eu estou muito arrependida, Sophia. Eu estava com medo. Eu fui estúpida e foi tão errado”, disse a actriz, citando o nome da sua filha.

Em Maio, ela havia se declarado culpada num tribunal federal em Boston numa acusação de conspiração ligada ao pagamento de USD 15 mil para que alguém corrigisse secretamente as respostas da sua filha no exame SAT.

Huffman está entre as 51 pessoas acusadas de participação no esquema que envolvia trapaças e propinas. Os advogados da actriz argumentaram que Huffman era apenas uma “cliente” num esquema maior e comandado por outros.

Pais ricos pagaram um total de USD 25 milhões para subornarem técnicos que ajudariam os seus filhos a conquistarem vagas em universidades como Yale, Georgetown e a Universidade da Carolina do Sul (USC).

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »