Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Maduro ‘distribui’ 500 mil armas às milícias nacionais durante exercícios

(DR)

Sputnik

O presidente venezuelano Nicolás Maduro disse que as milícias nacionais receberão mais de 500 mil armas de fogo para os exercícios militares perto da fronteira com a Colômbia.

Na semana passada, Maduro anunciou exercícios militares de larga escala perto da fronteira colombiana entre 10 e 28 de setembro.

Segundo Maduro, a Venezuela estaria implantando sistemas de defesa aérea em sua fronteira com a Colômbia durante o período de realização dos exercícios. O presidente destacou que o país está aumentando suas forças na área em meio à ameaça de possível agressão de Bogotá contra Caracas.

“Agora estamos armando a milícia nacional. Para distribuir mais de 500 mil armas de fogo, o exército venezuelano usará seus mecanismos legais e institucionais”, afirmou Maduro em discurso no estado central de Guarico na quarta-feira (11).

​À medida que avançou a crise política na Venezuela, as relações com a Colômbia se deterioraram.

Em janeiro, a oposição tentou derrubar Maduro e posicionar o líder oposicionista, Juan Guaidó, como presidente interino. A tentativa não surtiu efeito, mas a tensão continuou e Maduro acusou Bogotá de estar por trás de uma trama para derrubá-lo e assassiná-lo. A Colômbia nega as acusações.

A Colômbia foi um dos países que apoiou Juan Guaidó como presidente interino. Já China e Rússia se mantiveram entre os Estados que apoiaram Maduro como líder legítimo da Venezuela.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »