InicioAngolaRegiõesIgrejas ilegais na Lunda Sul serão responsabilizadas

Igrejas ilegais na Lunda Sul serão responsabilizadas

Angop

As igrejas que continuam a exercer de forma ilegal actividades religiosas, sem a prévia autorização, serão responsabilizadas criminalmente, anunciou quarta-feira, em Saurimo, o director do Gabinete Provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desporto na Lunda Sul, Gabriel Tchiema.

Desde o inicio da Operação Transparência na Lunda Sul já foram encerradas 50 igrejas ilegais.

Em declarações à imprensa, no final do encontro de carácter organizativo com os líderes religiosos da região, disse que a desobediência da decisão tomada no âmbito a Operação Transparência pode acarretar processos-crime.

Sem revelar as congregações implicadas, o responsável adiantou que uma comissão composta por técnicos da instituição, administração municipal e membros de algumas igrejas vão trabalhar no assunto e oportunamente serão apresentados os resultados.

Gabriel Tchiema aconselhou aos líderes das igrejas reconhecidas pelo Estado, cujas congregações funcionam em locais sem mínimas condições de acolhimento, a optarem pela melhoria, sob o risco de serem igualmente penalizados.

Na Lunda Sul, o Gabinete provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos controla 83 igrejas reconhecidas e 94 ilegais.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.