- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Despachantes apoiam sistema electrónico de pagamento

Despachantes apoiam sistema electrónico de pagamento

Angop

O Ministério do Comercio, apresentou hoje, quinta-feira, em Luanda, o sistema de pagamento electrónico que irá facilitar o registo de importação, exportação e reexportação, pondo fim a burocracia nos procedimentos administrativos, afirmou o director do Gabinete de Tecnologia de Informação do Ministério do Comércio, Domingos Alexandre.

O referido software, entra em funcionamento nos próximos oito dias, alertou o responsável durante o encontro com aos membros da Câmara dos Despachantes Oficiais, ao sustentar que posteriormente, o pagamento será feito através de um ATM, Internet bank, multicaixa expresso, entre outras ferramentas bancárias.

Para o responsável, o sistema vai igualmente facilitar na obtenção de dados estatísticos sobre o número de importadores, despachantes e quantidades de produtos movimentado no país.

Domingos Alexandre referiu que os despachantes e importadores devem ter um saldo máximo na conta corrente de AKZ 100 mil, e em cada licenciamento efectua-se o pagamento de mil kwanzas.

O representante da Câmara dos Despachantes Oficiais, Luís Chagas Januário, afirmou que o novo sistema de pagamento para o registo nas transacções de mercadorias vai permitir a redução de tempo, evitar o transporte de papéis e maior celeridade no processo.

Ao contrário do actual sistema de pagamento que obriga os despachantes a recorrerem aos bairros fiscais para efectuar o pagamento, depois levar os comprovativos ao Ministério do Comércio para serem lançados no processo dos importadores.

Mais de 100 despachantes estão licenciados para actividade comercial no país.

- Publicidade -
- Publicidade -

Cidadãos acusam polícia de receber subornos para permitir passagem na cerca sanitária de Luanda

As autoridades policiais são directamente acusadas por cidadãos das Lundas que afirmam que os agentes da autoridade aceitam subornos para ignorarem a cerca sanitária,...
- Publicidade -

Angola vai investigar empresário acusado de corrupção em Espanha

O Ministério Público de Angola voltou a recusar a extradição do empresário luso-angolano Guilherme Oliveira Taveira Pinto, que fugiu à justiça, mas prometeu investigá-lo...

Parlamento quer Entidade Reguladora da Comunicação Social a prestar contas

A Assembleia Nacional recomendou à Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERCA) de Angola que passe a anexar, nas próximas vezes, ao relatório de actividades...

Pluralidade da TV Zimbo, O País e Rádio Mais com dias contados

Sindicato dos Jornalistas Angolanos está preocupado com eventual interferência na linha editorial da TV Zimbo, jornal O País e Rádio Mais, que passaram para...

Notícias relacionadas

Cidadãos acusam polícia de receber subornos para permitir passagem na cerca sanitária de Luanda

As autoridades policiais são directamente acusadas por cidadãos das Lundas que afirmam que os agentes da autoridade aceitam subornos para ignorarem a cerca sanitária,...

Angola vai investigar empresário acusado de corrupção em Espanha

O Ministério Público de Angola voltou a recusar a extradição do empresário luso-angolano Guilherme Oliveira Taveira Pinto, que fugiu à justiça, mas prometeu investigá-lo...

Parlamento quer Entidade Reguladora da Comunicação Social a prestar contas

A Assembleia Nacional recomendou à Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERCA) de Angola que passe a anexar, nas próximas vezes, ao relatório de actividades...

Pluralidade da TV Zimbo, O País e Rádio Mais com dias contados

Sindicato dos Jornalistas Angolanos está preocupado com eventual interferência na linha editorial da TV Zimbo, jornal O País e Rádio Mais, que passaram para...

Domingos da Cruz sobre o Governo de João Lourenço: “Não espero nada de bom”

Em entrevista à DW, Domingos da Cruz fala sobre o seu novo livro "Direitos humanos na era das incertezas" e comenta a situação política...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.