Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Rui Rio afasta hipótese de geringonça com partidos à direita

(Foto: Movephoto/Nuno Fonseca)

Correio da Manhã

Rui Rio voltou a afastar a hipótese de liderar uma geringonça com partidos à direita do PSD após as legislativas.

Num almoço-debate da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa, o líder do PSD não podia ser mais claro quando foi questionado sobre essa possibilidade.

“À direita, nunca pode haver uma geringonça em que eu seja o líder, porque à direita tem de ser uma ligação consistente e com sentido”, disse Rio com Paulo Portas na plateia. “Somar 116 deputados só com sentido estratégico”, afirmou o presidente social-democrata, deixando o recado ao CDS de Assunção Cristas.

Rio criticou ainda a solução formada à esquerda nos últimos quatro anos, sublinhando que “uma geringonça é algo mal amanhado que, no caso da esquerda, foi concertado apenas para haver uma maioria parlamentar e que não tinha um programa estratégico”.

Perante uma plateia de empresários e onde Portas foi um dos anfitriões, o líder do PSD revelou ter um “olhar muito crítico” sobre a atuação do Banco de Portugal como regulador.

“Se tivesse estado atento, se tivesse sido mais independente do próprio sistema, nunca teríamos chegado à situação a que chegámos na banca, para não falar só no BES”.

Pormenores

Paulo Portas ouviu debate

Paulo Portas, vice-presidente da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa e antigo líder do CDS, almoçou na mesa de honra, ao lado de Rui Rio.

O líder do PSD esteve na iniciativa acompanhado por José Silvano, secretário-geral, e Maló de Abreu, vogal da direção.

Cavaco Silva recordado
As declarações do antigo Presidente da República sobre a solidez do BES pouco antes da derrocada foram recordadas por Rio ao afirmar que o Banco de Portugal não estava ciente do problema quando disse que o GES estava mal e o BES bem.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »