Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Detidos cidadãos acusados de venda e posse de arma de fogo no Cuanza Norte

Angop

Dois cidadãos acusados de posse ilegal e venda de arma de fogo e de uniforme policial foram detidos nos últimos 15 dias e apresentados esta terça-feira, em Ndalatando, província do Cuanza Norte, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC).

O facto foi dado a conhecer pelo porta-voz do SIC no Cuanza Norte, Adão Morais, no acto de apresentação de supostos marginais e meios apreendidos durante uma micro operação conjunta com os efectivos da Policia Nacional realizada no período em referência.

Informou que a venda de uniforme policial foi praticada pelo filho de um efectivo da Polícia Nacional que comercializou a farda a um suposto agente da mesma corporação.

Já o tráfico de arma de fogo, do tipo AKM, foi praticado em Luanda, capital do país, por um suposto ex-militar das Forças Armadas Angolanas (FAA), residente em Ndalatando (Cuanza Norte) que vendeu o referido meio à uma empresa de segurança privada, não identificada.

O responsável do SIC disse tratarem-se de primeiros casos do género registados este ano na província.

Precisou que durante o micro operação realizada nos últimos 15 dias foram ainda detidos outros 10 cidadãos supostamente implicados nos crimes de furtos e violação bem como aprendidos 120 quilogramas de liamba.

Durante o acto, foram igualmente apresentadas 11 armas de fogo recolhidas em mãos de meliantes, das quais oito do tipo AKM e diversos bens roubados em cantinas e residências nos municípios de Cazengo, Lucala e Golungo Alto.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »