Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Colômbia ameaça acusar Cuba de promover o terrorismo

(© AP Photo / Jorge Rey)

Sputnik

A Colômbia ameaçou denunciar Cuba perante a ONU, a menos que esta entregue imediatamente dois comandantes de guerrilha que supostamente vivem na ilha caribenha.

A alegação veio numa carta enviada à embaixada cubana em Bogotá, informou a Associated Press.

O presidente da Colômbia, Iván Duque, solicitou inicialmente ao governo cubano que prendesse dois líderes do Exército de Libertação Nacional (ELN) depois que o grupo reivindicou um ataque com carro-bomba contra uma academia de polícia de Bogotá no qual morreram 22 pessoas em janeiro passado.

Mas, agora, o governo Duque alertou que poderia denunciar Cuba como um Estado que promove o terrorismo devido à ameaça de uma aliança entre o ELN e uma facção das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) que decidiu retomar a luta armada.

​”Nas novas circunstâncias (…), a República da Colômbia exige que a República de Cuba entregue imediatamente às nossas autoridades judiciais todos os membros do ELN que se encontram no território cubano”, afirma a carta, citada pela AP.

A posição da Colômbia ameaça agravar o isolamento de Cuba, já afetada pelas sanções dos EUA que buscam reduzir o seu apoio à Venezuela, país que também vive um momento de tensões com Bogotá.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »