Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Autarca lusodescendente detido pelo FBI nos EUA

(DR)

Notícias ao Minuto| Natacha Nunes

Jasiel Correia II, de 27 anos, mayor de Fall River, foi detido duas vezes em apenas um ano.

Omayor da cidade de Fall River, no Estado norte-americano de Massachusetts, Jasiel Correia, de 27 anos, foi detido pelo FBI, na passada sexta-feira, dia 6 de setembro, pela segunda vez em menos de um ano.

Desta vez, o lusodescendente, filho de uma açoriana e de um cabo-verdiano emigrantes nos EUA, foi detido por alegadamente extorquir dinheiro a fornecedores de canábis.

De acordo com vários meios de comunicação social locais, os procuradores do Ministério Público norte-americano acusam-no de ter criado um esquema para arrecadar centenas de milhares de dólares a empresas de produtos feitos à base de canábis, para uso medicinal e recreativo, que desejavam instalar-se em Fall River.

O lusodescendente terá, alegadamente, exigido quantias monetárias de várias centenas de milhares de euros e bens, como um relógio Rolex, em troca de licenças para as empresas poderem instalar-se nesta cidade do Estado de Massachusetts. Ao todo, terá arrecadado cerca de 600 mil dólares, algo equivalente a 543 mil euros.

O jovem, eleito pela primeira vez presidente de Fall River em 2015, quando tinha apenas 23 anos, vai responder neste processo pelos crimes de suborno, extorsão e fraude. De todas as acusações, diz estar inocente e pagou 25 mil dólares, cerca de 22 mil euros, para sair sob fiança.

De acordo com a lei de Massachusetts, para obter uma licença para ter um negócio de canábis, seja medicinal ou recreativo, exige-se uma carta de “não oposição” do chefe do governo local onde a empresa pretende operar.

Como Jasiel Correia era mayor de Fall River, foi responsável por aprovar todas as cartas de não oposição da cidade. O lusodescendente emitiu 14 dessas cartas, incluindo duas para o irmão da namorada, Pedro Fernandes, presidente da New Leaf Enterprises.

Jasiel já tinha sido detido no outono do ano passado por suspeitas de fraude, relacionada com a sua empresa SnoOwl.

A assembleia da cidade de Fall River já pediu a demissão de Jasiel, que apareceu, esta segunda-feira, para trabalhar.

Além de Jasiel, outras quatro pessoas foram constituídas arguidas neste caso, entre as quais Gen Andrade, ex-chefe de gabinete de Jasiel Correia.

Recorde-se que, de acordo com os últimos censos, 49% da população de Fall River é constituída por portugueses e luso-americanos, sendo a grande maioria oriunda das ilhas dos Açores.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »