InicioMundo LusófonoPortugalAutarca lusodescendente detido pelo FBI nos EUA

Autarca lusodescendente detido pelo FBI nos EUA

Notícias ao Minuto| Natacha Nunes

Jasiel Correia II, de 27 anos, mayor de Fall River, foi detido duas vezes em apenas um ano.

Omayor da cidade de Fall River, no Estado norte-americano de Massachusetts, Jasiel Correia, de 27 anos, foi detido pelo FBI, na passada sexta-feira, dia 6 de setembro, pela segunda vez em menos de um ano.

Desta vez, o lusodescendente, filho de uma açoriana e de um cabo-verdiano emigrantes nos EUA, foi detido por alegadamente extorquir dinheiro a fornecedores de canábis.

De acordo com vários meios de comunicação social locais, os procuradores do Ministério Público norte-americano acusam-no de ter criado um esquema para arrecadar centenas de milhares de dólares a empresas de produtos feitos à base de canábis, para uso medicinal e recreativo, que desejavam instalar-se em Fall River.

O lusodescendente terá, alegadamente, exigido quantias monetárias de várias centenas de milhares de euros e bens, como um relógio Rolex, em troca de licenças para as empresas poderem instalar-se nesta cidade do Estado de Massachusetts. Ao todo, terá arrecadado cerca de 600 mil dólares, algo equivalente a 543 mil euros.

O jovem, eleito pela primeira vez presidente de Fall River em 2015, quando tinha apenas 23 anos, vai responder neste processo pelos crimes de suborno, extorsão e fraude. De todas as acusações, diz estar inocente e pagou 25 mil dólares, cerca de 22 mil euros, para sair sob fiança.

De acordo com a lei de Massachusetts, para obter uma licença para ter um negócio de canábis, seja medicinal ou recreativo, exige-se uma carta de “não oposição” do chefe do governo local onde a empresa pretende operar.

Como Jasiel Correia era mayor de Fall River, foi responsável por aprovar todas as cartas de não oposição da cidade. O lusodescendente emitiu 14 dessas cartas, incluindo duas para o irmão da namorada, Pedro Fernandes, presidente da New Leaf Enterprises.

Jasiel já tinha sido detido no outono do ano passado por suspeitas de fraude, relacionada com a sua empresa SnoOwl.

A assembleia da cidade de Fall River já pediu a demissão de Jasiel, que apareceu, esta segunda-feira, para trabalhar.

Além de Jasiel, outras quatro pessoas foram constituídas arguidas neste caso, entre as quais Gen Andrade, ex-chefe de gabinete de Jasiel Correia.

Recorde-se que, de acordo com os últimos censos, 49% da população de Fall River é constituída por portugueses e luso-americanos, sendo a grande maioria oriunda das ilhas dos Açores.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.