Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Ataques desestruturam famílias em Cabo Delgado, diz padre Latifo Fonseca

Moçambique: Ataques em Cabo Delgado elevam nível de alerta para viajantes (DR)

Os ataques atribuídos a insurgentes, em Cabo Delgado, norte de Moçambique, desestruturam famílias e colocam milhares de pessoas numa situação vulnerável, diz em entrevista à VOA o padre católico Latifo Fonseca.

O padre da Diocese de Pemba explica que “as pessoas não têm tempo de estar entre elas, existe separação de famílias, não há condições para a educação”.

Há pouco tempo “ainda se pensou que mesmo o recenseamento eleitoral não foi abrangente,” diz o religioso baseado em Pemba, capital de Delgado, que acompanha a situação nos distritos afectados.

Os ataques iniciaram em Outubro de 2017 e mais de 200 pessoas foram mortas. Os seus mentores ainda não disseram publicamente as suas motivações.

Várias pesquisas têm sido feitas sobre a situação, mas ainda não há consenso quanto às eventuais causas, que incluem extremismo islâmico, reivindicação ou disputa de recursos naturais.

Intelectuais pedem mais estudos para clarificar a situação.

De momento, o que é claro é o ambiente de medo que os ataques criam na população de Cabo Delgado.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »