Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Ajuda humanitária reduz desabastecimento em hospitais da Venezuela, diz ONG

Ajuda da Cruz Vermelha Internacional enviada à Venezuela 22/04/2019 (REUTERS / Ueslei Marcelino)

A entrada de ajuda humanitária da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Cruz Vermelha na Venezuela melhorou levemente o abastecimento de insumos e medicamentos nos pronto-socorros de grandes hospitais públicos, mas a escassez continua na casa dos 50%, disse nesta quarta-feira a organização não governamental Médicos por la Salud.

De acordo com a Reuters, a falta de remédios e equipamentos, somada à de água e energia e à migração de funcionários da área de saúde provocada pelos salários baixos, atinge os hospitais do país, que enfrenta uma hiperinflacção arraigada e seu quinto ano de recessão.

Em meio à crise, que inclui blecautes nacionais e cortes no abastecimento de água, a ONU e a Federação Internacional de Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho levaram ao país, ao menos desde Abril, auxílios como geradores eléctricos para hospitais.

Também chegaram 348 kits de emergência, cada um com uma tonelada de remédios e insumos com capacidade para atender 10 mil pessoas, disse Julio Castro, do grupo de doutores que criou os Médicos por la Salud em 2014 para defender o direito à saúde e preencher o vazio oficial de dados.

Em Agosto, a Cruz Vermelha disse em um comunicado que, desde o início do ano e até este mês, foram recebidas 100 toneladas de ajuda em medicamentos, insumos médicos, geradores, barris de água, pastilhas purificadoras e mosquiteiros anti-malária distribuídos em 38 centros de saúde da nação.

O desabastecimento nos pronto-socorros dos hospitais era de 49,7% em Novembro de 2018 e diminuiu para 43,3% em Julho, segundo um estudo dos Médicos por la Salud elaborado com dados de seus colabores médicos e enfermeiras de 40 grandes hospitais públicos dos 23 Estados do país, disse Castro.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »