Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Nyusi quer incentivar empresas que dão “primeiro emprego a jovens”

Os partidos da oposição em Moçambique não têm tirado vantagens dos vários problemas de governação que o país enfrenta (DR)

Folha de Maputo

O candidato da Frelimo para as eleições gerais de 15 de Outubro, Filipe Nyusi, disse durante o périplo na Zambézia que o seu governo irá promover incentivos fiscais para as empresas que receberem jovens nos seus primeiros empregos.

A tónica dominante do candidato da Frelimo às eleições presidenciais de Outubro próximo desde o arranque da campanha eleitoral tem sido emprego, trabalho e paz.

“As empresas exigem experiência de 5 anos mas teremos de encontrar formas de as empresas receberem jovens nos seus primeiros empregos”, disse Nyusi.

Num campo completamente lotado de vermelho, e com animação cultural de diferentes músicos, Nyusi disse por outro lado que no próximo quinquénio deverão ser gerados quer por meio de investimentos privados e públicos três (3) milhões de postos de trabalho.

No que é considerado o primeiro comício de campanha em que Filipe Nyusi abre verdadeiramente o manifesto do partido incumbente, anunciou por outro lado a alocação de 10 por cento do Orçamento do Estado (OE) para a agricultura.

Na caça ao voto, Filipe Nyusi tem apelado para que se mantenha a actual empresa (Frelimo) e o seu mestre de obras de modo a concluírem a obra iniciada em 2015. “Quem conhece o projecto é a Frelimo e o seu mestre de obras (Filipe Nyusi) e os moçambicanos” disse.

Nyusi tem estado a pedir voto desde a abertura da campanha a 31 de Agosto, tendo já escalado Beira, Maringue, Nhamatanda, Marromeu, Caia, Gorongoza (Sofala) e Quelimane, Nicoadala, Morrumbala e Milange, hoje o candidato “é contigo que dá certo” está a trabalhar nos distritos de Gurue e Alto Muloque.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »