Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Moçambique: ENI prevê iniciar perfuração de gás e petróleo em 2021

PLATAFORMA DE PETRÓLEO OFFSHORE, DENOMINADA GIRASSOL, PERTENÇA DA SONANGOL (FOTO: ANGOP)

Folha de Maputo

A petrolífera italiana Eni prevê iniciar com a perfuração do primeiro poço de extracção de gás e petróleo no norte de Moçambique, a partir do primeiro trimestre de 2021. Os trabalhos serão realizados na bacia de Angoche, em Nampula.

A gigante italiana Eni, através da sua surcusal em Moçambique, lançou na sexta-feira uma série de manifestações de interesse para a contratação de vários serviços para suas operações de extracção de hidrocarbonetos na Área A5-A, da bacia de Angoche, em Nampula.

As empresas têm até 24 de Setembro corrente, para submeter as suas propostas à Eni, uma vez que o início da perfuração do primeiro poço de extracção de gás e petróleo deverá ocorrer no primeiro trimestre de 2021.

Constam do leque dos serviços solicitados pela Eni em Moçambique, o fornecimento de tubo de revestimento, conexão e instalação de tubos de revestimento, cimento, perfuração direcional, brocas de perfuração, recuperação e ‘milling’, quatro cabeças de poço e serviços afins, suspensor de ‘liner’ e serviços afins, diagrafia das lamas, materiais de lama e seus aditivos e serviços aéreos por helicópteros.

Já na Área 4, da Bacia do Rovuma, também no norte de Moçambique, a petrolífera norte-americana da ExxonMobil, pretende contratar empresas que possam fornecer serviços de transporte de passageiros de asa fixa e de carga ligeira.

Estes serviços serão necessários entre Johanesburgo e Maputo, conectando com Beira, Nacala, Nampula, Pemba e outros aeroportos na província de Cabo delgado.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »