- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Motores Michael Schumacher levado a hospital de Paris para tratamento sigiloso

Michael Schumacher levado a hospital de Paris para tratamento sigiloso

Segundo jornal francês, heptacampeão mundial de Fórmula 1 foi internado no setor de cirurgia cardiovascular no hospital Georges-Pompidou.

O ex-piloto alemão Michael Schumacher foi internado no hospital Georges-Pompidou, em Paris, nesta segunda-feira, 9, para realizar “um tratamento no mais alto sigilo”, informou o jornal francês Le Parisien. Segundo a publicação, o heptacampeão de Fórmula 1 foi admitido na unidade de supervisão contínua do serviço de cirurgia cardiovascular do professor Philippe Menasché, “pioneiro em terapia celular para tratar insuficiência cardíaca”.

Schumacher está recebendo “injeções de células-tronco que são transmitidas no organismo no objetivo de realizar uma ação anti-inflamatória sistêmica, ou seja, em todo o organismo”, explica o Parisien. “O tratamento deverá começar nesta terça-feira pela manhã, o paciente deverá deixar o hospital na quarta-feira”, continuou o jornal, que garante que Schumacher já teve duas passagens pelo hospital Georges-Pompidou no ano passado.

O diário divulgou uma foto da ambulância amarela que levou Schumacher ao hospital e detalhou a passagem do ex-piloto pelos corredores. “A maca do paciente foi coberta por um pano azul marinho, que escureceu completamente seu corpo e rosto. Um importante dispositivo de segurança composto por cerca de dez pessoas acompanhou o andamento da maca.”

Procurado, o hospital “nem confirmou, nem negou” a informação, que é protegida pela confidencialidade entre paciente e médico. A família e o staff do ex-piloto, de 50 anos, não quiseram se pronunciar.

Schumacher não é visto em público desde que sofreu um traumatismo craniano ao sofrer um grave acidente de esqui em 29 de dezembro de 2013 em Méribel, nos Alpes franceses. Desde então, pouquíssimas informações foram reveladas sobre seu estado de saúde.

- Publicidade -
- Publicidade -

Atlantic Ventures desmente Estado angolano e garante: “Tribunal Arbitral de Paris apenas não tinha competência para julgar o caso”

Em resposta ao comunicado emitido pelo Ministro dos Transportes de Angola, Viegas de Abreu, segundo o qual a empresa Atlantic Ventures teria sido condenada...
- Publicidade -

Com mais de 20 mil novos casos, Brasil se aproxima das 2 milhões de infecções pela COVID-19

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil aumentou em 20.286 nas últimas 24 horas, elevando o total acumulado a mais de...

Detido antigo director do gabinete do governador do Cuanza Sul

O antigo director do gabinete do governador da província do Cuanza Sul, Gildo Ferreira, foi detido segunda-feira (13) pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC). O...

Comité especial da OPEP+ prepara redução de cortes na produção de Petróleo

A produção de petróleo da OPEP+, organização que junta os Países Exportadores (OPEP) e um grupo de outros 10 produtores liderados pela Rússia, vai...

Notícias relacionadas

Atlantic Ventures desmente Estado angolano e garante: “Tribunal Arbitral de Paris apenas não tinha competência para julgar o caso”

Em resposta ao comunicado emitido pelo Ministro dos Transportes de Angola, Viegas de Abreu, segundo o qual a empresa Atlantic Ventures teria sido condenada...

Com mais de 20 mil novos casos, Brasil se aproxima das 2 milhões de infecções pela COVID-19

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil aumentou em 20.286 nas últimas 24 horas, elevando o total acumulado a mais de...

Detido antigo director do gabinete do governador do Cuanza Sul

O antigo director do gabinete do governador da província do Cuanza Sul, Gildo Ferreira, foi detido segunda-feira (13) pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC). O...

Comité especial da OPEP+ prepara redução de cortes na produção de Petróleo

A produção de petróleo da OPEP+, organização que junta os Países Exportadores (OPEP) e um grupo de outros 10 produtores liderados pela Rússia, vai...

Banco Mundial vai ajudar Guiné-Bissau a diminuir dívida pública

Bissau quer diminuir a dívida pública para assinar um novo programa de assistência com o FMI. Impacto económico da pandemia será "muito negativo" porque...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.