- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Regiões Governo da Huíla anula desvio de água para fazendeiros

Governo da Huíla anula desvio de água para fazendeiros

A comunidade da missão católica do Tchihepepe no interior do município dos Gambos no sul da província angolana da Huíla parece respirar de alívio com a decisão do governo local de recuar do plano de desviar a água de um fontanário em benefício das grandes fazendas da região.

Motivo de disputa entre a comunidade e sobretudo o anterior governo de João Marcelino Tchipingui, escreve a VOA, a fonte de água esteve nos últimos três anos no centro de tensões numa das regiões mais afectadas pela seca.

O ano passado camponeses bloquearam o acesso ao local numa tentativa de impedir o desvio da água.

Satisfeito com a decisão, Dionísio Kassululu, membro da comunidade lembra que no decurso do presente ano voltou-se a viver momentos de tensões amenizadas pelo actual governador Luís Nunes.

Os fazendeiros, disse “vieram mais tirar água á força” colocando “as ferramentas ao lado da missão do Tchihepepe sem a visar ninguém”.

O pároco da missão católica de Santo António na localidade do Tchihepepe, Jacinto Pio Wakussanga, que sempre se colocou ao lado das comunidades se batendo contra a edificação do projecto aplaudiu o que chamou de “sábia decisão do governo”.

O sacerdote não deixou de referir a decisão como sendo uma vitória do povo.

“ Nós acreditamos sempre em Deus e dizemos sempre que a voz do povo é a voz de Deus. Se aquele povo continuasse a gritar aquilo chegaria muito para além. Sabes que o problema de água tal como o problema de terras são os conflitos terríveis alguns deles violentos e os Gambos são o exemplo disto a luta entre os grupos pela água tem trazido conflitos e até confrontos, então foi sábia a decisão do governo em anular o projecto”, disse

O fim do projecto segundo Pio Wakussanga, coloca igualmente fim à humilhação e maus-tratos de algumas vozes da sociedade civil que se levantaram contra o mesmo.

- Publicidade -
- Publicidade -

Banqueiro António Domingues «demite-se» da vice-presidência do Banco de Fomento Angola

BNA e BFA remetem-se, «oficialmente», ao silêncio, mas fonte do topo da hierarquia da Sonangol, accionista do banco, confirma a informação em posse do...
- Publicidade -

Os segredos de Michael Jackson: Das tatuagens ocultas aos fungos que corroíam os pés do Rei da Pop

Artista usava diariamente uma peruca e sofria de anorexia o que o levava a consumir menos de uma refeição por dia. . Tatuagens ocultas, pés...

Banco central angolano aplica multas a 12 bancos por incumprimento na concessão de crédito

Multas rondam os 424 milhões de kwanzas (650 mil euros). O Banco Nacional de Angola (BNA) aplicou multas no valor de 424 milhões de kwanzas...

Portugal quer “reforçar cooperação” com Guiné-Bissau na saúde, educação e justiça

António Costa afirmou estar "empenhado em reforçar a cooperação" com a Guiné-Bissau após encontro, em Lisboa, com o seu homólogo guineense, Nuno Nabian. O primeiro-ministro...

Notícias relacionadas

Banqueiro António Domingues «demite-se» da vice-presidência do Banco de Fomento Angola

BNA e BFA remetem-se, «oficialmente», ao silêncio, mas fonte do topo da hierarquia da Sonangol, accionista do banco, confirma a informação em posse do...

Os segredos de Michael Jackson: Das tatuagens ocultas aos fungos que corroíam os pés do Rei da Pop

Artista usava diariamente uma peruca e sofria de anorexia o que o levava a consumir menos de uma refeição por dia. . Tatuagens ocultas, pés...

Banco central angolano aplica multas a 12 bancos por incumprimento na concessão de crédito

Multas rondam os 424 milhões de kwanzas (650 mil euros). O Banco Nacional de Angola (BNA) aplicou multas no valor de 424 milhões de kwanzas...

Portugal quer “reforçar cooperação” com Guiné-Bissau na saúde, educação e justiça

António Costa afirmou estar "empenhado em reforçar a cooperação" com a Guiné-Bissau após encontro, em Lisboa, com o seu homólogo guineense, Nuno Nabian. O primeiro-ministro...

JP da Maika lança novo single intitulado ‘moça’

João Paulo da Mata, nascido em Portugal e criado no bairro do Miramar em Luanda, Angola, de onde se retira o Maika no seu...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.