Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

‘Não é atitude de presidente’: Macron, Merkel e Piñera criticam Bolsonaro

Durante o encontro do G7, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, foi tema de discussão entre os líderes mundiais. (© REUTERS / Ludovic Marin/Pool)

Durante o encontro do G7, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, foi tema de discussão entre os líderes mundiais.

O Brasil se tornou foco da atenção mundial devido ao recorde de incêndios ocorridos na floresta amazónica no ano de 2019.

Segundo a Sputnik, durante a cimeira do G7 o tema foi debatido sob a liderança do presidente da França, Emmanuel Macron, que chegou a trocar farpas com o presidente brasileiro.

Nesta segunda-feira (9), foi revelado um vídeo pela emissora CNews – legendado pelo site UOL – que mostra os bastidores do G7. No vídeo, o presidente da França, Emmanuel Macron, dialoga com o presidente do Chile, Sebastian Piñera e com a chanceler alemã, Angela Merkel.

Durante o diálogo, Macron tece duras críticas a Bolsonaro, ao que Merkel e Piñera concordam. Eles discutiram os insultos de Bolsonaro contra a esposa de Macron. Durante a conversa em inglês o francês disse “tinha que reagir”, recebendo apoio de Piñera e Merkel.

“Eu queria ser pacífico. Queria ser correto, construtivo com o cara [Bolsonaro] e respeitar a sua soberania. Tudo bem. Mas eu não poderia aceitar isso”, disse o francês.

No mesmo vídeo, Macron também recorda um episódio em que o brasileiro cancelou uma reunião com o chanceler francês e depois apareceu num vídeo na internet a cortar o cabelo.

“Ele [Bolsonaro] o deveria receber [o chanceler francês] e cancelou no último minuto para ir cortar o cabelo. E filmou a si mesmo. Desculpa, mas isso não é a atitude de um presidente”, concluiu.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »