InicioAngolaPolíticaPR recebe mensagem do homólogo gabonês

PR recebe mensagem do homólogo gabonês

Angop

O Presidente da República, João Lourenço, recebeu nesta quinta-feira, em Luanda, uma mensagem do seu homólogo do Gabão, Ali Bongo, sobre as reformas políticas em curso na Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC).

Foi portador da missiva o ministro dos Negócios Estrangeiros gabonês, Alain Claude Bilie Nze, que viajou a capital angolana na qualidade de enviado especial de Ali Bongo, também Presidente em exercício da CEEAC.

“Estamos a passar por vários Estados membros (da CEEAC) para transmitir a ideia sobre o que deverão ser as reformas na Comunidade e os seus efeitos, quando tudo ficar concluído”, afirmou à imprensa o emissário, à saída do encontro com o Presidente João Lourenço.

No quadro da CEEAC, Alain Claude Bilie Nze disse estar prevista a realização de uma cimeira de Chefes de Estado e de Governo em Novembro ou Dezembro do ano em curso, em local a indicar.

A cimeira terá sobre a mesa as reformas da CEEAC, sustentou.

O diplomata gabonês ressaltou o empenho do Presidente João Lourenço em prol da CEEAC, o que “tem sido crucial para aquilo que temos procurado neste quadro”, sustentou.

Angola e o Gabão têm defendido o diálogo, a resolução de conflitos e a estabilidade regional.

Nos últimos meses, os dois estados mantiveram contactos a nível presidencial, com o envio a Libreville (Gabão) de um enviado especial do Chefe de Estado angolano e que visou a troca de informações relacionadas com a situação na CEEAC.

Angola e o Gabão são membros da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC).

Além de Angola e do Gabão, integram a Comunidade o Burundi, os Camarões, a República Centro-Africana (RCA), República do Congo, República Democrática do Congo, Guiné Equatorial, Rwanda, São Tomé e Príncipe e Tchad.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.