- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo América Central ONU denuncia impunidade na Nicarágua devido a violações graves dos direitos humanos

ONU denuncia impunidade na Nicarágua devido a violações graves dos direitos humanos

A ONU pediu, nesta sexta-feira, o fim da “impunidade” na Nicarágua, onde a polícia e elementos pró-governo continuam a cometer “violações graves” dos direitos humanos, em um contexto de crise política.

Segundo avança a AFP, a Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, afirmou em seu relatório que documentou “graves violações dos direitos humanos cometidos desde meados de Abril de 2018 no contexto dos protestos” no país da América Central.

“As prisões e detenções arbitrárias continuaram sendo um meio de repressão à expressão de dissidência, e persistiram os casos de tortura e maus-tratos a pessoas privadas de liberdade em relação aos protestos”, afirmou o documento.

A ONU observa que “o sistema de justiça foi utilizado para criminalizar dissidências e garantir a impunidade dos responsáveis por violações de direitos humanos, demonstrando a falta de independência do judiciário em relação ao poder executivo”.

A Nicarágua, um dos países mais pobres da região, é comandado desde 2006 pelo ex-guerrilheiro sandinista Daniel Ortega.

O país atravessa uma grave crise desde Abril de 2018, quando eclodiu uma onda de protestos contra a reforma da previdência social. Os manifestantes exigiam que Ortega deixasse a presidência devido à repressão nos protestos.

A violência deixou mais de 325 mortos e 2.000 feridos, 62.500 exilados, centenas de opositores presos e uma profunda recessão económica.

- Publicidade -
- Publicidade -

General Abílio Kamalata Numa: “O património da UNITA avaliado em 200 milhões de dólares ficou com o MPLA e não foi devolvido”

No âmbito das celebrações dos 86 anos do falecido líder fundador da UNITA, Jonas Savimbi, que se assinalou a 3 de Agosto, o Novo...
- Publicidade -

COVID-19: Angola continua a registar mortes

Angola continua a liderar em número de mortos devido à Covid-19 entre os países africanos de língua portuguesa, enquanto Cabo Verde é aquele que...

Angolano da reportagem “Os meninos de Kassanje” em prisão preventiva

Hélder Silva foi esta quinta-feira formalmente acusado dos crimes de associação criminosa e burla por defraudação, e encontra-se detido preventivamente. O angolano, que aparece na...

O (mau) estado da arte…

O estado da arte para uns pode ser famoso. Vê-se pelo brilho da propaganda. Vê-se pelo tilintar dos bolsos. Vê-se pelo semblante sorridente. Com...

Notícias relacionadas

General Abílio Kamalata Numa: “O património da UNITA avaliado em 200 milhões de dólares ficou com o MPLA e não foi devolvido”

No âmbito das celebrações dos 86 anos do falecido líder fundador da UNITA, Jonas Savimbi, que se assinalou a 3 de Agosto, o Novo...

COVID-19: Angola continua a registar mortes

Angola continua a liderar em número de mortos devido à Covid-19 entre os países africanos de língua portuguesa, enquanto Cabo Verde é aquele que...

Angolano da reportagem “Os meninos de Kassanje” em prisão preventiva

Hélder Silva foi esta quinta-feira formalmente acusado dos crimes de associação criminosa e burla por defraudação, e encontra-se detido preventivamente. O angolano, que aparece na...

O (mau) estado da arte…

O estado da arte para uns pode ser famoso. Vê-se pelo brilho da propaganda. Vê-se pelo tilintar dos bolsos. Vê-se pelo semblante sorridente. Com...

Covid-19: País regista mais 55 positivos, três óbitos e 24 recuperados

O quadro epidemiológico nacional registou, nas últimas 24 horas, mais 55 infectados, três óbitos e 24 recuperados. Entre os novos casos, segundo a directora Nacional...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.