- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Bolsonaro indica procurador-geral da República alinhado à sua política ambiental

Bolsonaro indica procurador-geral da República alinhado à sua política ambiental

O presidente Jair Bolsonaro indicou nesta quinta-feira para o cargo de procurador-geral da República Augusto Aras, um jurista alinhado à sua política ambiental, amplamente criticada por especialistas e ativistas.

“Acabei de indicar o senhor Augusto Aras para chefiar o Ministério Público Federal. Uma das coisas conversadas com ele, e que já era sua prática também, é na questão ambiental: o respeito ao produtor rural e também o casamento da preservação do meio ambiente com o produtor”, afirmou Bolsonaro em Brasília, citdo pela AFP.

O anúncio coincide com um momento de fortes críticas – dentro e fora do Brasil – a Bolsonaro pela proliferação de incêndios na Amazônia, um fenômeno principalmente provocado pelo desmatamento implicado no avanço de atividades agropecuárias e de mineração.

Para ser confirmado no cargo, Aras deve ser sabatinado e sua indicação aprovada por uma Comissão do Senado, assim como da maioria absoluta de seu plenário (41 de 81 senadores).

Ao indicar Aras, Bolsonaro ignorou a lista tríplice de candidatos escolhidos pelos membros da Associação Nacional de Procuradores da República (ANPR).

Embora não se trate de uma prática obrigatória, é uma tradição respeitada desde o primeiro governo de Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) que o chefe de Estado escolha um dos membros dessa lista.

Michel Temer teve a lista em conta ao indicar a atual procuradora-geral, Raquel Dodge, segunda mais votada por seus colegas em 2017.

Aras sequer se candidatou para concorrer por um lugar na lista tríplice.

“Já estou apanhando na mídia, é um bom sinal, sinal de que a indicação nossa é boa”, ironizou Bolsonaro ao anunciar sua decisão.

Natural de Salvador, Aras é membro do MPF desde 1987. Em uma entrevista à Folha de S. Paulo em agosto passado, afirmou que se fosse escolhido para o cargo formaria uma equipe de perfil conservador.

O chefe do MPF, que tem um mandato de dois anos e pode ser reeleito, deve atuar com independência em relação aos poderes Legislativo e Executivo, já que uma de suas atribuições é denunciar criminalmente seus membros, incluindo o presidente, como aconteceu com o então presidente Temer em 2017, embora as duas denúncias contra ele por corrupção tenham sido bloqueadas pelos deputados.

- Publicidade -
- Publicidade -

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...
- Publicidade -

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Notícias relacionadas

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.