Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Guatemala decreta estado de sítio após assassinato de militares

(AFP / ORLANDO ESTRADA) (Arquivo) O presidente da Guatemala, Jimmy Morales

AFP

O presidente da Guatemala, Jimmy Morales, decretou nesta quarta-feira estado de sítio em várias localidades do país, após uma emboscada de supostos narcotraficantes que deixou três militares mortos, dois desaparecidos e três feridos.

Em reunião do gabinete, Morales decretou a medida, que restringe vários direitos constitucionais em 20 municípios do nordeste do país, segundo mensagem divulgada pela TV estatal.

A emboscada ocorreu na terça-feira, no povoado caribenho de El Estor, a nordeste da capital, quando um grupo de militares investigava o pouso de uma aeronave em uma pista clandestina, revelou o porta-voz do Exército Óscar Pérez.

O oficial precisou que três militares foram assassinados, dois estão desaparecidos, três ficaram feridos e um escapou ileso.

Morales denunciou que os narcotraficantes protegem as pistas clandestinas com a colaboração de defensores dos direitos humanos e “pseudo camponeses” para trazer drogas para a Guatemala.

“O Estado da Guatemala repudia os fatos praticados por pessoas que se protegem sob a bandeira da pseudo-defesa dos direitos humanos”.

O presidente insistiu na necessidade de se entregar aeronaves ao Exército para a proteção do espaço aéreo, após a frustrada compra, em junho, de dois aviões de reconhecimento de fabricação Argentina, por 28 milhões de dólares.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »